ESPAP promove debate sobre serviços partilhados

A Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública (ESPAP) está a preparar a segunda edição da Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras Públicas – Desafios de Futuro, que acontece no próximo dia 2 de dezembro. O Centro de Congressos de Lisboa, na rua da Junqueira, vai receber esta iniciativa, para a qual já estão abertas […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública (ESPAP) está a preparar a segunda edição da Conferência Anual de Serviços Partilhados e Compras Públicas – Desafios de Futuro, que acontece no próximo dia 2 de dezembro.

O Centro de Congressos de Lisboa, na rua da Junqueira, vai receber esta iniciativa, para a qual já estão abertas as inscrições.

A conferência “contará com intervenções de reputados especialistas nacionais e internacionais e com a apresentação de casos de excelência e novos desafios onde eficiência, inovação e valor são palavras-chave”, avança a organização liderada por Francisco Jaime Quesado numa pequena nota enviada aos convidados.

“O programa será comunicado em breve”, avança o presidente do Conselho Diretivo da ESPAP nesse convite.

OJE

Recomendadas

Novabase suspende programa de recompra de ações

A tecnológica já tinha suspendido o programa em junho, tendo depois voltado a retomá-lo. Segundo informação publicada nessa altura, o programa estava previsto durar até 31 de dezembro de 2023.

Datalex prevê levar software para advogados a Espanha e Brasil no próximo ano

O diretor da startup portuguesa Datalex disse ao Jornal Económico que a internacionalização passará por parcerias estratégicas. A empresa de tecnologia para juristas renovou recentemente a imagem de marca para apostar noutros mercados e prevê fechar 2022 com uma subida de até 62% na faturação.

Faturação da Warpcom sobe 14% para 35 milhões de euros

O volume de negócios da empresa de tecnologia portuguesa, adquirida no ano passado pela espanhola Evolutio, aumentou a dois dígitos em comparação com o ano fiscal anterior.