Especialização em Direção Hoteleira em alta

Associação de Diretores de Hotéis de Portugal abriu vagas para o curso que arranca no início de 2017. É uma parceria com a Lusófona.

A obrigatoriedade do curso de diretor de hotel para o exercício da profissão deixou de existir no tempo em que Bernardo Trindade era secretário de Estado do Turismo. Apesar disso, o interesse não diminuiu, diz a Associação de Diretores de Hotéis de Portugal  (ADHP), instituição que desde sempre teve a responsabilidade pela formação de profissionais para a função.

“Tendo em conta a crescente procura por profissionais qualificados na área da Gestão Hoteleira”, a ADHP anunciou a abertura de vagas para os cursos de especialização em Direção Hoteleira que arrancam já no início do próximo ano. Os dois cursos, realizados em parceria com a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, irão decorrer em Lisboa e no Algarve.

O programa de Especialização em Direção Hoteleira vai beber à “experiência e desenvolvimento” das 14 edições do curso de graduação em Direção Hoteleira (homologado pelo Turismo de Portugal) e mantém um dos seus mais fortes pilares: os professores, na maioria “diretores no ativo e dos melhores”.

No restante procurou responder às novas tendências da hotelaria, setor desafiado internamente pelo crescimento e que, num plano mais vasto, enfrenta novos comportamentos do consumidor, o nascimento de funções emergentes e as novas formas de distribuição online.
“Este curso é agora reformulado, sendo todos os conteúdos, cargas horárias e módulos essenciais concebidos de forma a responder às necessidades de formação do setor e da função”, explica a Associação de Diretores de Hotéis de Portugal.

Com 272 horas de duração, a formação da ADHP, realizada em parceria com a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, tem uma abordagem multidisciplinar, incluindo disciplinas como Legislação Hoteleira, Revenue Managment, Qualidade e Ambiente, Tecnologias e Marketing na Hotelaria. No que se refere à Gestão, ‘core business’ do curso, comporta módulos em todas as áreas – Estratégica, Recursos Humanos, Comercial, Operações Hoteleiras, Instalações e Equipamentos e Financeira. Transversal ao programa é o ‘Business Plan’, um projeto prático onde os formandos desenvolverão o plano de negócios para o hotel que dirigem ou simularão um, no caso dos formandos não diretores.

A formação é considerada pela Associação de Diretores de Hotéis de Portugal como fundamental para aumentar a competitividade das empresas do turismo, em geral, e da hotelaria, em particular. Neste sentido, a ADHP aplaude a recente decisão da atual Secretaria de Estado do Turismo de contabilizar a formação com pontos que terão influência na classificação das estrelas dos hotéis.

Recomendadas

Continental Engineering Services quer contratar 200 pessoas e duplicar efetivos até final de 2023

A subsidiária do Grupo Continental, que fornece serviços de engenharia às indústrias, abre as suas portas na cidade Invicta ao primeiro ‘OPEN DAY’ no próximo dia 29 de setembro para um primeiro contacto com jovens candidatos.

Gulbenkian lança 500 novas bolsas de mérito para alunos com baixos recursos e notas altas

Podem candidatar-se os alunos colocados no ensino superior, através do concurso nacional, com nota de entrada igual ou superior a 17 valores e rendimento familiar anual per capita até 12 mil euros. Candidaturas decorrem entre 1 e 24 de outubro.

Empresa Dynasys e Universidade de Coimbra desenvolvem armário de desinfeção inovador

O sistema pode ser crucial para prevenir a disseminação de infeções em lojas de roupa e calçado, onde os itens são amplamente manipulados, mas também em espaços como hospitais, laboratórios, ginásios, escolas e empresas.
Comentários