Esteja atento à ‘reduflação’ nos produtos de supermercado

Embora muitos consumidores conheçam o fenómeno da inflação, a maioria desconhece um outro intitulado por reduflação. Trata-se da estratégia de diminuição da quantidade dos produtos à venda, mantendo-se o preço anteriormente praticado com uma quantidade maior. Ou seja, a embalagem e o preço são iguais, mas a quantidade de produto é menor.

José Coelho/Lusa

Poupar está cada vez mais difícil, principalmente no que toca à compra de bens alimentares. Os preços, a nível geral, estão a aumentar, os bens alimentares estão cada vez mais caros, mas o ordenado dos consumidores mantém-se igual, o que provoca o conhecido fenómeno da inflação.

Embora muitos consumidores conheçam este fenómeno da inflação, a maioria desconhece um outro intitulado por reduflação. Trata-se da estratégia de diminuição da quantidade dos produtos à venda, mantendo-se o preço anteriormente praticado com uma quantidade maior. Ou seja, a embalagem e o preço são iguais, mas a quantidade de produto é menor.

Este fenómeno, que, muitas vezes, passa despercebido aos olhos dos consumidores, não é uma situação ilegal, desde que na embalagem conste claramente a quantidade que o produto apresenta. No entanto, esta redução da quantidade do artigo não é muito visível em certos casos, fazendo com que o consumidor não se aperceba dessa diferença.

O exemplo mais comum e até percetível este fenómeno é o dos produtos congelados: uma embalagem que anteriormente continha sete postas de pescadas por 15 euros, agora encontra-se à venda pelo mesmo preço, mas apenas com cinco postas.

Assim sendo, a DECO alerta todos os consumidores para este fenómeno de modo a que possam fazer escolhas mais esclarecidas e poupadas. É fundamental que compare os produtos atendendo à sua quantidade e ao seu preço, observe se os artigos que habitualmente costuma comprar estão realmente em conta ou se existem opções mais económicas.

Informe-se connosco.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube!

 

 

Recomendadas

Nova lei das telecomunicações protege consumidores que querem cancelar um contrato (com áudio)

De acordo com a nova lei, publicada dia 16 deste mês, esta situação será modificada. A nova lei prevê que nos casos em que o motivo se trata de desemprego, doença prolongada ou emigração, os consumidores poderão rescindir o contrato sem ter que efetuar qualquer pagamento.

Tome atenção aos falsos intermediários de créditos

É importante que o consumidor redobre os seus cuidados e que procure por estar sempre informado. Esteja atento a estas abordagens e na dúvida, antes da celebração de qualquer negócio, o consumidor deve analisar se a entidade em questão está habilitada a exercer a sua atividade em Portugal através do site do Banco de Portugal.

Gasolina vendida 1,8 cêntimos e gasóleo 2,2 cêntimos acima da referência

A média dos preços nas gasolineiras ficou, na semana entre 08 e 14 de agosto, no caso da gasolina, 1,8 cêntimos e no gasóleo 2,2 cêntimos acima do preço médio semanal determinado pela ERSE, segundo a entidade.
Comentários