Estes são os perfis da tecnologia que o mercado de emprego mais vai querer em 2021

A Mind Source coloca no topo da procura perfis ligados à engenharia informática, seguidos de profissionais com competências em gestão de informação e matemática aplicada.

Full-stack developers, data analysts e product owners encabeçam a lista dos perfis mais procurados em 2021, segundo a empresa especializada em projetos de consultoria de tecnologias de informação e processos de negócio Mind Source.

Neste capítulo, 2021 será uma continuidade de 2020. “A procura por full-stack developers, data analysts e product owners continuará a marcar o mercado de trabalho, já que as competências destes profissionais respondem às principais necessidades das empresas que operam no setor de Tecnologias e Informação e Comunicação (TIC)”, afirma Rui Reis, executive director da Mind Source.

A empresa explica que no caso dos full-stack developers, por exemplo, os conhecimentos e a capacidade de programação em .Net, Java, PL/SQL e Outsystems serão argumentos particularmente valorizados. No que respeita aos analistas de dados, as competências mais procuradas pelo mercado deverão recair sobre SAS (Guide, DIS e Viya), assim como papéis relacionados com SQL Server Integration Services (SSIS), SQL Server Reporting Services (SSRS) e SQL Server Analysis Services (SSAS).

A metodologia Agile revelar-se-á particularmente importante numa altura em que esta abordagem de processos, práticas e ferramentas utilizada na criação de produtos ganha cada vez mais relevância. Nesta área em particular, a implementação de metodologias Agile e de gestão de mudança vão ser argumentos valorizados pelo mercado.

Num mercado onde a exigência e a capacidade de inovação continuam a ser argumentos importantes na contratação, a Mindsource Mind Source destaca também perfis com competências em gestão de informação e matemática aplicada entre aqueles que mais facilmente vão encontrar saída profissional.

“O mercado vai impor uma procura mais acentuada por competências específicas”, diz ainda Mind Source e dá como exemplos: profissionais com capacidades em arquiteturas Cloud (Azure, AWS, por exemplo) e com ‘skills’ nas áreas de infrastructure as a service (IAS) e platform as a service (PAAS). Da mesma forma, as competências relacionadas com aplicações de negócio em ambiente ‘cloud’, o trabalho com modelos preditivos e dashboards e os skills ligados ao armazenamento de dados (Data Lakes) também serão alvo de especial atenção no mercado de TIC em 2021.

No comunicado enviado às redações, a tecnológica também informa que “pretende reforçar as suas equipas com estes perfis em 2021, fazendo crescer a família da empresa e dando continuidade a uma estratégia de contratação que foi respeitada em 2020, ano em que a organização recrutou 58 pessoas”.

Recomendadas

Se é consumidor idoso, saiba como pode proteger-se de possíveis fraudes ou vendas agressivas

A DECO considera importante que o consumidor idoso se dote de toda a informação disponível, de forma a proteger-se e prevenir-se face a estas eventuais fraudes, das quais destacamos as armadilhas como a usurpação dos dados pessoais e o uso e “abuso” da assinatura. 

NOS avança com dados móveis ilimitados nos novos cartões móveis com pagamento em fatura

“A NOS oferece dados móveis ilimitados até ao final do ano a todos os clientes com novos cartões móveis com pagamento em fatura”, refere a operadora em comunicado.

Securitas Direct contrata 70 profissionais até ao final do ano

“O processo de recrutamento vai incidir na procura de profissionais para a área comercial da empresa em todo o país, assim como técnicos de manutenção, atendimento ao cliente, administrativos e vigilantes de segurança, que vão trabalhar diretamente na Central Recetora de Alarmes”, indica o comunicado da Securitas Direct.
Comentários