Estilista japonês Issey Miyake morre aos 84 anos

Issey Miyake morreu no dia 5 de agosto de cancro do fígado.

O estilista japonês Issey Miyake, que teve uma carreira de sucesso de mais de meio século na moda, tendo inclusive produzido a gola alta preta do fundador da Apple Steve Jobs, morreu aos 84 anos, informou a agência de notícias Kyodo citada pela “Reuters”.

Issey Miyake morreu no dia 5 de agosto de cancro do fígado e, até ao momento, não foram divulgados mais detalhes sobre a sua morte.

Miyake nasceu em Hiroshima e tinha sete anos quando a bomba atómica foi lançada sobre a cidade enquanto ele estava numa sala de aula. No entanto, sempre se demonstrou relutante em falar sobre o assunto por não querer ficar conhecido como o “designer que sobreviveu” à bomba, como escreveu em 2009 no “New York Times”.

“Quando fecho os olhos, ainda vejo coisas que ninguém deveria experienciar”, frisou Issey Miyake acrescentando que, em três anos, a mãe morreu devido à exposição à radiação.

“Tentei, ainda que sem sucesso, esquecer, preferindo pensar em coisas que podem ser criadas, não destruídas, e que trazem beleza e alegria. Eu gravitei em direção ao campo do design de roupas, em parte porque é um formato criativo que é moderno e otimista”, admitiu.

Depois de estudar design gráfico numa universidade de arte de Tóquio, Issey Miyake dedicou-se ao design de roupas em Paris, onde trabalhou com os famosos estilistas Guy Laroche e Hubert de Givenchy, antes de ir para Nova Iorque. Em 1970, regressou a Tóquio e fundou o Miyake Design Studio.

Ao longo da sua carreira desenvolveu mais de uma dúzia de linhas de moda que vão desde o seu principal Issey Miyake para homens e mulheres até bolsas, relógios e fragrâncias.

Em 2016, quando questionado sobre quais eram os desafios enfrentados pelos futuros designers, Miyake  indicou ao jornal britânico “The Guardian” que as pessoas provavelmente estariam a consumir menos.

 

Recomendadas

“Trair e Coçar é só começar” vai ter dois ensaios solidários

O público português tem a oportunidade de assistir aos últimos ensaios antes da grande estreia e apoiar, assim, duas associações de solidariedade.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.

PremiumFada ou bruxa? Uma duquesa que incomoda muita gente

Sociopata narcisista”. Uma classificação nada abonatória, mas é assim que é descrita Meghan Markle por ex-funcionários do Palácio de Buckingham que trabalharam para os duques de Sussex, segundo o que é revelado no novo livro de Valentine Low, que escreve sobre assuntos reais para o “The Times”.
Comentários