Estratégia de “continuidade” para o Turismo da Madeira até 2027 assenta em seis pilares estratégicos

Para além dos pilares estratégicos o documento tem também seis drivers, entre eles o reforço da gestão do destino, a aposta na diversidade, e investimento no aumento da notoriedade.

A Estratégia para o Turismo da Madeira para 2022-2027 foi apresentada na passada terça-feira, e está assente em seis pilares estratégicos e seis drivers orientadores. Esta foi desenvolvida pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura em colaboração com a Deloitte Business Consulting. Segue-se agora um período de consulta pública.

Entre os pilares estratégicos estão: Natureza, Turismo Ativo & Desportivo; Mar & Turismo Náutico; Saúde & Wellness; Património Cultural; Gastronomia & Vinho; Lifestyle, Trendiness & Novas Tendências e Consciousness & Sustainability.

Para além destes pilares estratégicos estão ainda identificados seis drivers orientadores para a estratégia: “reforçar a gestão do destino, melhorando o conhecimento e monitorizando a performance do setor do Turismo; apostar na diversidade, diferenciação e estruturação da oferta turística; investir no aumento da notoriedade do destino Madeira; atrair, qualificar e valorizar os Recursos Humanos do setor do Turismo; fomentar o investimento no setor do Turismo e assegurar a sustentabilidade do destino (ambiental, como económico e social)”.

Estratégia de continuidade

Esta nova estratégia para o Turismo da Madeira “está em linha” com o anterior documento que vigorou entre 2017 e 2021.

Contudo este novo documento introduz “a fusão experiencial entre o Mar, a Montanha e a Cultural e revelando o destino não apenas como um “must visit” europeu, mas sim, global e com uma vasta oferta de experiências diferenciadas”.

A estratégia tem também como propósito afirmar a Região como “um destino turístico para todo o ano, seguro, diferenciado pelo clima ameno, pelo acolhimento aos turistas e visitantes, pela autenticidade e diversidade, pela qualidade das experiências e pelo compromisso com a sustentabilidade económica social e ambiental”.

Estratégia vai entrar em consulta pública

“É muito importante que todo este envolvimento resulte na perspetiva de que há uma identificação de cada um de nós nesta estratégia. E isso é importante porque, sendo o setor a parte fulcral deste processo, interessa que as ideias estejam alinhadas”, disse o secretário regional do Turismo e Cultura, Eduardo Jesus.

O governante, face ao período de consulta pública em que vai entrar a Estratégia para o Turismo da Madeira, convidou os interessados a darem o seu contributo de modo a que o documento seja o “rosto do arquipélago”.

Recomendadas

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.
Comentários