Estrela de reality show abandona equipa de Trump

Omarosa Manigualt participou no programa “The Apprentice”, apresentado por Trump, e era atualmente diretora de comunicações do Gabinete de Relações Públicas da Casa Branca.

Omarosa Manigault, uma antiga participante do “reality show” apresentado por Donald Trump, “The Apprentice”, que ocupava o cargo de diretora de comunicações do Gabinete de Relações Públicas da Casa Branca, irá abandonar a equipa de Trump no início do próximo ano.

Segundo a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, Manigault está de saída para “explorar novas oportunidades”.

Entre as muitas demissões de membros da Administração presidida por Donald Trump, a saída de Manigault será certamente a menos significativa. O seu papel na Casa Branca não era claro, com relatos de que a sua presença em reuniões era errática, e a sua ida a estes encontros era geralmente apontada como uma recompensa de Trump pela lealdade de Manigault antes e durante a campanha.

Recomendadas

Eleições do Brasil: Primeiros números oficiais dão liderança a Bolsonaro sem maioria absoluta

Às 21h30, pouco mais de 1% dos votos válidos estavam contados. Em Lisboa, as urnas fecharam pelas 20:00, após o encerramento ser prolongado devido à forte afluência.

Enviado da ONU quer garantir “boa tradição de democracia e diálogo” nas eleições de São Tomé

“Vim para recolher informações, porque, como sabem, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, segue com bastante atenção a evolução da situação política deste país e emitiu um comunicado em que felicitou o povo são-tomense pela sua maturidade política”, disse Abdou Abarry, o novo representante especial para da ONU para a África Central.

PremiumPutin une extremos na oposição ao Ocidente

As franjas mais extremas europeias convergem no apoio a Putin, unidas por um antiamericanismo reforçado, à esquerda, por uma orfandade do comunismo soviético e, à direita, pela admiração por um regime iliberal e autocrático.
Comentários