Ethereum. A criptomoeda do futuro que está a atrair investidores

O valor da moeda virtual Bitcoin tem estabelecido recordes nos últimos meses. No entanto, há outra moeda virtual que não é tão conhecida mas que tem valorizado muito mais que a rival. Chama-se Ethereum e poderá ultrapassar o valor da Bitcoin já no final de 2018.

Um outra moeda digital, além da bitcoin, está a chamar a atenção dos investidores pelo mundo inteiro: a ethereum. Segundo Olaf Carlson-Wee, CEO do ‘hedge fund’ Polychain Capital, o valor da Ethereum poderá ultrapassar o da Bitcoin no final de 2018. “Temos visto que esta moeda digital tem um desenvolvimento orgânico muito rápido, tornando-se mais agressiva do que a bitcoin, o que está a levar ao aumento do seu valor”, disse Carlson-Wee, numa entrevista à televisão da agência Bloomberg.

A ethereum (uma plataforma de software aberta composta por uma moeda chamada ether) poderá trazer más lembranças aos investidores depois de um ataque de ‘hackers’ a esta moeda digital, realizado no ano passado. Apesar da eventual vulnerabilidade, os especialistas dizem que as industrias das finanças e da saúde estão cada vez mais interessadas na moeda.

Atualmente, a bitcoin domina um pouco menos de metade do mercado das moedas digitais – há três meses controlava 90%, de acordo com o site coinmarketcap.com. Entretanto, a ethereum quadriplicou o seu valor, representando cerca de 25% do mercado. As moedas auger, golem, zcash e monero são outras divisas digitais em ascensão no mercado.

A bitcoin mais do que duplicou o seu preço nos últimos meses, mas a sua performance fica bastante aquém da Ethereum, que disparou mais de 2300% desde o início do ano. No dia 1 de janeiro de 2017, a Bitcoin negociava nos 1003,35 dólares. Já a Ethereum aumentou dos 8,24 dólares para os 229 dólares desde janeiro até ao dia 1 de junho, segundo dados do Coinmarketcap.com – site que fornece todas as cotações das moedas virtuais.

Recomendadas

Bolsa da Turquia suspensa pela primeira vez em 24 anos

O sismo que atingiu İzmit, a 90 quilómetros de Istambul, em 1999, levou ao encerramento da bolsa turca durante uma semana.

Títulos de dívida pública desvalorizaram-se 35,4 mil milhões de euros em 2022, destaca BdP

“Um dos destaques do ano de 2022 foi a evolução distinta das cotações de ações e de títulos de dívida pública. Por um lado, assistiu-se à desvalorização dos títulos de dívida pública nacional em 35.400 milhões de euros. Por outro, as ações cotadas nacionais valorizaram-se 2.500 milhões de euros”, avança o banco central.

Bolsa de Lisboa negoceia no ‘verde’ com Semapa a ganhar mais de 2%

Os principais índices europeus negoceiam todos no ‘verde’, com Espanha a crescer 0,77%. Neste momento, os CTT é a cotada que mais perde, recuando 1,2%.
Comentários