EUA: Congresso ultima projeto lei no valor de 740 mil milhões de euros para combater efeitos da pandemia

Os líderes do Congresso fizeram progressos significativos para terminar o novo plano no combate ao coronavírus. “Ainda não é um acordo fechado, mas estamos muito perto”, refere o líder do partido democrata no Senado, Chuck Schumer.

O Congresso dos norte-americano “encerrou” um novo projeto lei para combater a Covid-19 no valor de 740 mil milhões de euros, onde está incluído uma nova ronda de negociações de estímulos e benefícios ao desemprego, revelou esta quarta-feira, 16 de dezembro, fonte próxima das negociações à agência “Reuters”.

O projeto de lei de ajuda não deverá incluir novas proteções para as empresas e universidades de processos judiciais relacionados à pandemia. “Outras vias” estão a ser discutidas para disponibilizar esta ajuda, avançou a mesma fonte. Os líderes do Congresso fizeram progressos significativos para terminar o novo plano no combate ao coronavírus, sendo que as negociações prolongaram-se pela noite de terça-feira.

Mitch McConnell, líder da maioria republicana no Senado, afirmou que foi feito “um grande progresso no sentido de elaborar um pacote de alívio à pandemia”, acrescentando que o país precisa de dinheiro para a distribuição das vacinas e para reativar o Programa de Proteção ao Salário (PPP), que consiste num empréstimo federal, que ajuda pequenas empresas que têm sofrido com a pandemia, bem como à manutenção de empregos.

Por sua vez, o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, salientou que este “ainda não é um acordo fechado, mas estamos muito perto”. O número de mortos nos EUA chegou aos 304 mil nas últimas 24 horas, o que faz aumentar ainda mais a pressão sobre o acordo deste pacote de estímulo económico e fiscal.

Mitch McConnell e o líder republicano da Câmara dos Deputados, Kevin McCarthy, estiveram reunidos duas vezes na terça-feira, juntamente com outros deputados democratas, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, e o líder democrata no Senado, Chuck Schumer.

Recomendadas

Woodside admite possibilidade de gasoduto do Greater Sunrise para Timor-Leste

A petrolífera australiana Woodside admitiu hoje que está a reconsiderar a possibilidade de um gasoduto dos campos do Greater Sunrise para a costa sul de Timor-Leste, no que representa uma viragem na posição da empresa.

Mais de 1.700 contactos de clientes bancários à rede de apoio RACE até setembro

A Rede de Apoio ao Cliente Bancário (RACE) recebeu, entre janeiro e setembro, 1.783 contactos de devedores com dificuldades em pagar créditos, registando desde julho um aumento dos processos PARI ou PERSI que acompanha, revelou a Direção-Geral do Consumidor.

Airbus aceita multa de 15,9 milhões para evitar processos judiciais por corrupção

O fabricante aeronáutico Airbus aceitou na quarta-feira pagar uma multa de 15,9 milhões de euros em França para evitar processos criminais por suspeitas de corrupção relacionadas com a venda de aviões, sobretudo à Líbia e Cazaquistão entre 2006 e 2011.
Comentários