EUA. Democratas conquistam lugar na Câmara dos Representantes pelo Novo México

Os democratas conquistaram um lugar na Câmara dos Representantes pelo estado norte-americano do Novo México que estava nas mãos dos republicanos, com a atual congressista Republicana Yvette Herrell a admitir derrota face ao democrata Gabe Vasquez.

10 – Estados Unidos

Apesar de dar os parabéns a Vasquez, Herrell criticou na quarta-feira as mudanças feitas, por deputados estaduais democratas, aos limites administrativos do distrito do Novo México (sudoeste) ao qual concorreu, que disse terem retirado voz às comunidades rurais.

No estado de Connecticut (nordeste), a democrata Jahana Hayes conseguiu a reeleição para um terceiro mandato na Câmara dos Representantes, ultrapassando a concorrência do antigo senador estadual republicano George Logan.

Os republicanos lideram a conquista de lugares na Câmara dos Representantes, a câmara baixa do parlamento norte-americano, com 207 mandatos, face aos 184 congressistas assegurados pelos democratas, segundo as mais recentes projeções da Associated Press (AP) das eleições intercalares.

Para atingir uma maioria na Câmara dos Representantes, qualquer um dos partidos terá de conquistar pelo menos 218 lugares.

No Senado, a câmara alta do parlamento norte-americano, os republicanos somam 49 lugares, mais um que os democratas, com quatro lugares ainda em disputa, um dos quais, no Alasca, sem hipóteses para os Democratas.

Em aberto estão os estados do Nevada e Arizona, enquanto na Geórgia decorrerão novamente eleições em dezembro para nomear um senador para o Congresso, depois de nenhum dos candidatos ter atingido a marca de 50%, informou a imprensa norte-americana, num local que pode ser decisivo para determinar a maioria na câmara alta do Congresso.

Para manter o controlo do Senado, os Democratas terão de ganhar pelo menos duas destas três corridas, perfazendo 50 dos 100 lugares, os mesmos que tinham antes destas eleições.

Recomendadas

Presidente de Taiwan falha estratégia de usar a China como ameaça

Tsai Ing-wen renunciou ao cargo de líder do Partido Democrático Progressista depois de a sua estratégia de enquadrar as eleições locais como uma demonstração de desafio à China não ter conquistado o eleitorado.

NATO Industrial Advisory reúne com a indústria da defesa em Gaia

Órgão consultivo e de assessoria de alto-nível que atua como foco e porta-voz das indústrias e das associações nacionais de defesa e segurança junto da NATO, reúne de 28 a 30 de novembro com 51 entidades de 25 países.

Obiang reeleito Presidente da Guiné Equatorial com 94,9% dos votos

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, ganhou as eleições presidenciais com 94,9%, anunciou a Junta Eleitoral Nacional, pelo que avança para o sexto mandato de sete anos. A oposição queixa-se de fraude generalizada.
Comentários