EUA: Democratas vão opor-se a reformas de Trump

Democratas avisam que “imagem populista e realidade das políticas de Trump estão em rota de colisão”.

Os democratas assumiram a intenção de impedir os planos republicanos de reformar o código tributário nos Estados Unidos. O partido pelo qual Hillary Clinton se candidatou às presidenciais acusa Donald Trump de adotar medidas que beneficiam os mais ricos, traindo as suas promessas eleitorais de lutar pelos trabalhadores americanos.

“Haverá oposição se estas reduções das taxas forem dirigidas novamente aos que estão no topo”, disse o mandatário Richard Neal, democrata de Massachusetts que representa a primeira linha de defesa do partido. Em declarações à Bloomberg afirmou: “Vamos ser bastante unidos.”

Os democratas disseram ainda que a agenda do 115.º Congresso, marcada para 3 de janeiro sob liderança do Partido Republicano, será marcada pela implementação de uma grande reforma fiscal, bem como pela abolição do Obamacare.

Após o Partido Republicano chegar à Casa Branca e de ter alcançado a maioria do Congresso nas eleições presidenciais de novembro, alguns líderes do partido afirmaram o objetivo de instituir a reforma mais profunda do sistema de taxas dos Estados Unidos.

 

Recomendadas

Patrões vão ter majoração em 50% dos custos com aumentos salariais no IRC

No âmbito do acordo de rendimentos, o Governo decidiu propor aos parceiros sociais uma majoração em 50% dos custos com a valorização salarial em IRC. Patrões têm reclamado, note-se, medidas mais transversais.

Governo propõe reforço do IRS Jovem. Isenção sobe para 50% no primeiro ano

Jovens vão passar a ter um desconto fiscal maior, no início da sua carreira. IRS Jovem passará a prever uma isenção de 50%, em vez de 30%, no primeiro ano.

Governo quer atualizar os escalões do IRS em 5,1% em 2023

O Governo decidiu rever em alta o referencial dos aumentos salariais, puxando-o para o valor do aumento da massa salarial da Função Pública: 5,1%. Será esse o número que será usado para atualizar os escalões do IRS.
Comentários