EUA podem levantar algumas tarifas à China para combater inflação

Impostas pela anterior administração norte-americana numa guerra comercial contra a China, as tarifas podem ser agora levantadas pela atual Casa Branca para combater a inflação. No entanto, tarifas continuam no aço ou alumínio para proteger produção doméstica.

9 – Estados Unidos

A administração Biden pediu ao Departamento do Comércio que estude a hipótese de levantar algumas das tarifas impostas pelo antigo presidente, Donald Trump, à China, numa tentativa de combater a inflação.

A secretária do Comércio dos EUA, Gina Raimondo, afirmou este domingo à CNN que a Casa Branca pediu ao organismo que estudasse esta possibilidade, reconhecendo que, por exemplo, “em alguns artigos essenciais ou bicicletas pode fazer sentido”. Pelo contrário, a administração norte-americana pretende manter tarifas sobre as importações de aço e alumínio como forma de proteger estes sectores domésticos.

O presidente Biden havia já sinalizado que poderia remover algumas das barreiras ao comércio instauradas pela anterior administração, que entrou numa declarada guerra comercial com a segunda economia mundial. Também Pequim vinha sugerindo que os consumidores americanos eram prejudicados pelas tarifas, que agravam ainda mais a inflação no país.

A pressão nos preços nos EUA abrandou ligeiramente em abril, recuando para 8,3%, depois de bater máximos de 41 anos em março com 8,5%.

Raimondo sinalizou ainda que a falta de chips semicondutores que tem afetado o mercado norte-americano se deverá prolongar, pelo menos, até 2024, urgindo os legisladores no Congresso a aprovarem legislação que permita estimular este sector nos EUA.

Recomendadas

Eficiência energética na linha da frente para reduzir dependência de Putin

Governo e empresas analisam o atual momento da eficiência energética. Defendem que chegou a altura de Portugal e a Europa acelerarem para desligar a ficha de Moscovo e do regime de Vladimir Putin. Sector energético português está comprometido com metas.

Wimbledon: João Sousa e o australiano Jordan Thompson afastados em pares

O tenista português João Sousa e o australiano Jordan Thompson foram hoje eliminados na segunda ronda de pares de Wimbledon.

Itália alerta para subida de preço da energia por fecho do Nord Stream

O ministro da Transição Ecológica italiano, Roberto Cingolani, alertou hoje que se espera um novo aumento do preço da energia em Itália depois de a Rússia anunciar o fecho do gasoduto Nord Stream para manutenção, adiantou a EFE.
Comentários