EUA propõem Zelensky na cimeira do G20 se Putin também participar

Os EUA propuseram que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, também participe na cimeira dos líderes do G20 se o seu homólogo russo, Vladimir Putin, aceitar o convite da Indonésia e comparecer na reunião, marcada para novembro em Bali.

O Conselho de Segurança Nacional dos EUA recordou que o próprio presidente, Joe Biden, já criticou publicamente a possibilidade de Putin poder assistir à cimeira, de forma normal, dada a critica generalizada à invasão russa da Ucrânia.

Os EUA entendem que, se Putin participar, também Zelensky deve participar, informou a agência Bloomberg.

Em julho, o ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dimitro Kuleba, falou aos seus homólogos do G20 via videoconferência.

Biden ainda não esclareceu se vai à Indonésia, mas o presidente deste país, Joko Widodo, disse, em entrevista à Bloomberg, que tanto Putin como o presidente de China, Xi Jinping, lhe confirmaram que têm a intenção de participar pessoalmente.

Recomendadas

Ucrânia: Lavrov acusa Ocidente de imitar Hitler ao fornecer armas a Kiev

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, acusou hoje o Ocidente de imitar Hitler, ao usar a Ucrânia como “instrumento de guerra” contra a Rússia, como a Alemanha fez contra a URSS na Segunda Guerra Mundial.

NATO promete à Rússia resposta “firme e unida” em caso de ataque a infraestruturas (com áudio)

“Qualquer ataque deliberado contra infraestruturas críticas da NATO terá uma resposta firme e unida”, disse Stoltenberg em declarações à cadeia norte-americana NBA, ao ser questionado perante a possibilidade de uma eventual sabotagem ao gasoduto Nord Stream 1.

PremiumPutin une extremos na oposição ao Ocidente

As franjas mais extremas europeias convergem no apoio a Putin, unidas por um antiamericanismo reforçado, à esquerda, por uma orfandade do comunismo soviético e, à direita, pela admiração por um regime iliberal e autocrático.
Comentários