“EUA reforçarão arsenal nuclear… apenas em resposta a outros países”, garante porta-voz de Trump

Um porta-voz do presidente eleito norte-americano esclareceu um comentário do próprio Donald Trump – que propôs aumentar o arsenal nuclear do país — afirmando que os EUA apenas o farão em resposta a outros países.

REUTERS / Carlo Allegri

“Há países em todo o planeta que neste momento falam em aumentar as suas capacidades nucleares. E os EUA não vão observar isso de longe e permitir que tal aconteça sem agir em conformidade”, declarou na CNN Sean Spicer, futuro secretário de imprensa da Casa Branca e porta-voz do próximo presidente.

A mais recente declaração sobre um reforço dos arsenais nucleares por parte de líderes das potências atómicas surgiu na quinta-feira, e pertence a Donald Trump.

O presidente eleito publicou nas redes sociais que os Estados Unidos tem de “expandir e fortalecer em grande medida” o seu arsenal nuclear, “até ao dia em que o mundo ganhe juízo no que diz respeito às [bombas] nucleares”.

As estimativas sobre arsenais nucleares da organização Arms Control Association (relativas a 2016) indicam que a Rússia terá atualmente 7.300 ogivas nucleares, contra as cerca de 7.100 dos Estados Unidos. A França terá 300 ogivas, China 260 e o Reino Unido outras 215.

Recomendadas

OE2022. Pagamentos em atraso sobem para 778,1 milhões até agosto

Os pagamentos em atraso das entidades públicas atingiram os 778,1 milhões de euros em agosto, um aumento em 157,6 milhões de euros face ao mesmo período do ano anterior, avançou esta segunda-feira a Direção-Geral do Orçamento (DGO).

OE2022. Receita fiscal do Estado aumenta 22,8% até agosto para 33,5 mil milhões

A receita fiscal do Estado aumentou 22,8% até agosto face ao mesmo período do ano passado, totalizando 33.511,5 milhões de euros, segundo a Síntese da Execução Orçamental divulgada esta segunda-feira.

OE2022. Resposta à Covid-19 custou ao Estado 2.835,2 milhões até agosto

A resposta à covid-19 custou 2.835,2 milhões de euros até agosto, devido à perda de receita em 464,5 milhões de euros e ao aumento da despesa em 2.370,7 milhões, avançou esta segunda-feira a Direção-Geral do Orçamento (DGO).
Comentários