Eurico Teles deixa presidência da Oi no fim de janeiro

O presidente da Oi anunciou esta terça-feira a saída do cargo. O anúncio coincide com as buscas que a Polícia Federal brasileira fez às instalações da operadora que tem a Pharol como acionista.

Oi Brasil

Em comunicado ao mercado, a operadora brasileira Oi, que está em Recuperação Judicial, revela que Eurico de Jesus Teles Neto anunciou que deixará o cargo de Presidente da companhia em 30 de janeiro de 2020. Eurico Teles era presidente da Oi há 38 anos.

Esta saída está prevista no Termo de Ajustamento e Modelo de Transição de Diretoria Executiva,  homologado pelo Juízo da 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro (Juízo da Recuperação Judicial).

Nos termos do referido Termo, o Conselho de Administração da Oi deverá indicar o nome do substituto para o cargo, a ser prévia e formalmente informado ao Juízo da Recuperação Judicial e ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, “no âmbito de incidente que corre em segredo de justiça”, diz a empresa que tem como acionista a Pharol, ex-Portugal Telecom.

O jornal brasileiro Globo adianta que Eurico Teles nega que a decisão de saída tenha alguma relação com a 69ª fase do processo Lava-Jato, e afirma que o anúncio estava previsto no plano de transição.

“Nós herdamos uma companhia difícil” disse Eurico Teles citado pelo jornal brasileiro que refere que o presidente da Oi fez a declaração numa entrevista coletiva convocada pela empresa para falar da operação revelada esta terça-feira pela Polícia Federal que apura supostos pagamentos do grupo Oi/Telemar para a Gamecorp, ligada ao filho do ex-presidente Lula.

A Oi foi alvo de buscas pela Polícia Federal, confirmou Teles que adiantou à imprensa que a Oi tem sempre colaborado com as autoridades.

A Pharol tem hoje cerca de 5% da Oi.

Relacionadas
Oi Brasil

Oi pede mais tempo para reestruturação da dívida

Há pouco mais de três anos, a empresa brasileira anunciou o início de um processo de recuperação judicial para reestruturação da dívida de aproximadamente 65 mil milhões de reais (cerca de 14,6 mil milhões de euros).
Recomendadas

Complemento excecional a pensionistas: SNQTB remeteu nova carta ao Primeiro-Ministro

Depois do OE2023 ter sido aprovado o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários diz que “o Partido Socialista mantém a injustiça em relação aos bancários reformados que foram indevidamente excluídos da atribuição do complemento excecional a pensionistas”.

PremiumRede 5G, um ano e quatro mil antenas depois

Portugal arrancou com a tecnologia de quinta geração a 26 de novembro. NOS, a primeira a lançar, revela que conta com 3.200 estações instaladas.

PremiumOaktree, Cerberus e Vanguard na corrida à VIC Properties

A Alantra vai receber esta sexta-feira as propostas não vinculativas para a compra dos ativos da VIC Properties. A Vanguard deverá avançar para o Pinheirinho. Oaktree e Cerberus entre os interessados.
Comentários