Everjets estreia voos charters com viagem para Cabo Verde

A viagem para Cabo Verde deu início aos voos charters da Everjets, levando 178 passageiros e seis tripulantes para a Ilha do Sal.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Este voo charter decorreu no dia 25 de dezembro, e tem regresso marcado para dia 2 de janeiro, e vem agora complementar a estratégia de crescimento da Everjets no âmbito da aviação civil e voos regulares.

A viagem para Cabo Verde foi organizada em parceria com as agências Solférias e Soltrópico, à semelhança de outras parcerias que a Everjets está a desenvolver para operações charters com alguns dos maiores operadores turísticos dos mercados português e espanhol.

A Everjets foi criada em 2011, dedicando-se à aviação executiva e operação de meios aéreos de proteção civil, tendo iniciado, em novembro de 2015, os voos regulares entre a Madeira e o continente, com a operação baseada no Funchal, e Lisboa e Porto como destinos. Em fevereiro a companhia poderá avançar com um segundo avião para o Funchal e iniciar as viagens de carga aérea entre o arquipélago e o continente.

“Pretendemos oferecer uma alternativa de valor, com elevada qualidade e conforto, a preços bastante atrativos”, refere José Pereira, diretor executivo da Everjets, esclarecendo que “é esta estratégia que aplicamos igualmente nas parcerias com os operadores turísticos, com quem temos excelentes relações, e com quem vamos concretizar em breve novos voos charters”.

OJE /Foto: Paulo Soares

Recomendadas

Sindicatos culpam Montepio por impasse nas negociações salariais

A “responsabilidade deste impasse” na negociação salarial “é inteiramente do Montepio Geral”, afirmam o SNQTB e o SIB, que propuseram uma atualização salarial, das pensões e cláusulas de expressão pecuniária de 1,3% para 2021 e 5,5% para 2022.

Governo e ANA vão ter negociar novo aeroporto já no início de 2023, estima chairman da ANA

No final deste ano ou início do próximo a atividade do aeroporto de Lisboa vai atingir níveis que obrigam o Governo a negociar com a ANA a construção de um nova infra-estrutura aeroportuária.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.