Evite o desperdício alimentar: Poupe o planeta e o seu orçamento familiar

As sobras alimentares de ontem podem ser recriadas e tornarem-se pratos principais hoje. Pode encontrar alternativas muito interessantes e saudáveis para as refeições em casa e até para os almoços e lanches para o seu trabalho ou para a escola. Evitar o desperdiço alimentar também envolve criatividade. Usar as sobras de carne num empadão, transformar pão duro em torradas ou fruta madura em batidos são formas simples e fáceis de reutilizar alimentos.

O combate ao desperdício alimentar deve ser encarado não só do ponto de vista ambiental, mas também como uma questão económica que cumpre os objetivos de desenvolvimento sustentável.

As sobras alimentares de ontem podem ser recriadas e tornarem-se pratos principais hoje. Pode encontrar alternativas muito interessantes e saudáveis para as refeições em casa e até para os almoços e lanches para o seu trabalho ou para a escola. Evitar o desperdiço alimentar também envolve criatividade. Usar as sobras de carne num empadão, transformar pão duro em torradas ou fruta madura em batidos são formas simples e fáceis de reutilizar alimentos.

É pertinente ensinar aos jovens a importância de adotar atitudes e comportamentos mais ecológicos e poupados, nomeadamente, em relação ao desperdício alimentar.

Saiba que, todos os anos, os portugueses deitam para o lixo um milhão de toneladas de alimentos, que significa um desperdício em média de 132 quilos de comida.

A DECO deixa-lhe algumas recomendações:

  1. Use alimentos sãos.
  2. Faça uma lista antes da ida ao supermercado, lista que seja adequada às necessidades do seu agregado familiar.
  3. Organize as suas compras em casa por ordem de expiração da validade dos produtos de modo que sejam os primeiros a ser consumidos os que se encontram mais próximos desse prazo.
  4. Não quebre a cadeia do frio. Se comprar produtos refrigerados ou congelados, leve-os para casa em sacos isotérmicos. Também não se deve congelar um alimento descongelado.
  5. Não encha demasiado o frigorífico, para permitir a circulação do ar em redor dos alimentos, bem como uma temperatura uniforme em todas as áreas.
  6. Retire os produtos frescos pouco tempo antes de serem consumidos.
  7. Consuma preferencialmente os alimentos que se encontrem há mais tempo no frigorífico.
  8. Seja criativo com as sobras alimentares!

Lembre-se que reciclar comida também é uma forma de poupar. Explique as vantagens e os objetivos desta ação em família para que tenha mais sucesso no desempenho desta medida.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube! Consulte o site da DECO.

Recomendadas

Controlar despesas? Siga esta cinco estratégias

Organizar o orçamento familiar e analisar as despesas com maior peso mensal são dois passos essenciais para planificar a sua vida financeira. Conheça algumas estratégias e ferramentas para fazer frente à atual “avalanche” de aumento de preços e proteger a sua carteira.

Sabe se vai compensar mudar para o mercado regulado do gás? A Deco lança calculadora

Com esta calculadora, pode introduzir a quantidade de gás natural que habitualmente consome, consultando a última fatura, e indicar o número de dias a que essa fatura se refere. Basta depois copiar os dados da fatura para a calculadora e obtém, de imediato, o custo que teria em igual consumo e igual período de faturação no mercado regulado a partir de outubro.

Um senhorio pode aumentar a renda em mais de 50%? Saiba aqui

O aumento da renda da casa é uma das preocupações mais comuns e que, na verdade, resulta da subida da inflação. Mas, apesar de haver algumas exceções, dependendo de contrato para contrato, os senhorios têm de respeitar algumas regras para proceder ao aumento da renda.
Comentários