Ex-administrador do grupo Lena e representante de farmacêutica que emprega ex-PM também detidos no caso que envolve Sócrates

O ex-administrador do grupo Lena Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Ferreira e Joaquim Lalanda de Castro, representante da multinacional farmacêutica Octapharma, para a qual José Sócrates trabalha como consultor para a América Latina, são os outros detidos no âmbito da investigação que envolve o ex-primeiro-ministro, diz fonte judicial. O antigo chefe de Governo entre […]

O ex-administrador do grupo Lena Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Ferreira e Joaquim Lalanda de Castro, representante da multinacional farmacêutica Octapharma, para a qual José Sócrates trabalha como consultor para a América Latina, são os outros detidos no âmbito da investigação que envolve o ex-primeiro-ministro, diz fonte judicial.

O antigo chefe de Governo entre 2005 e 2011 foi detido na sexta-feira à noite, quando chegava ao aeroporto de Lisboa, no âmbito de um processo de suspeitas de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção.

Esta é a primeira vez na história da democracia que um antigo primeiro-ministro é detido para interrogatório.

OJE/Lusa

Recomendadas

MAI diz que bombeiros vão cumprir apesar de discordarem de nova estrutura da proteção civil

Na reunião extraordinária do conselho nacional da LBP, foi aprovada a criação de zonas e sectores operacionais de bombeiros, prevendo-se que as federações, no prazo de 15 dias, apresentem ao conselho executivo da Liga uma proposta de metodologia de organização das zonas e dos sectores operacionais.

Vitor Ramalho confessa ter deixado o PS em 2012 em rutura com António Seguro

O ex-dirigente socialista lembra que a disponibilidade manifestada por António Costa para se candidatar a secretário-geral do PS só aconteceu depois, em 2014, após as eleições para o Parlamento Europeu.

Aeroporto: Jerónimo de Sousa acusa PS e PSD de adiarem decisão de localização

“PS e PSD estão a tentar entender-se para um novo adiamento da construção do novo aeroporto”, afirmou Jerónimo de Sousa aos jornalistas, à margem de uma visita a uma exploração agrícola na Lourinhã, no distrito de Lisboa.