Ex-ministro Adalberto Campos Fernandes vai coordenar Ciências da Saúde na Europeia

A Universidade Europeia tem previsto “um forte investimento” na área da saúde, nomeadamente em tecnologia, inovação, capital humano e novos programas, revela a reitora Hélia Gonçalves Pereira.

A Universidade Europeia anunciou esta quinta-feira, 14 de outubro, a entrada de Adalberto Campos Fernandes, antigo ministro da Saúde e especialista em Saúde Pública, para assumir a coordenação da área de Ciências da Saúde.

Com este reforço, a universidade dá um passo fundamental para impulsionar a área da Saúde em Portugal, tal como definido no seu plano estratégico. A área da saúde tem sido trabalhada e desenvolvida há vários anos, como referiu numa entrevista ao Jornal Económico a reitora, Hélia Gonçalves Pereira.

“Esta escolha vai, por um lado, ao encontro do plano estratégico da Universidade Europeia, que prevê um forte investimento na área da saúde (tecnologia, inovação capital humano e novos programas) e, por outro, apoiará a universidade a, mais rapidamente e garantindo pilares de excelência, ir de encontro às necessidades da própria sociedade portuguesa”, explica Hélia Gonçalves Pereira, em comunicado.

Adalberto Campos Fernandes foi ministro da Saúde do XXI Governo Constitucional (2015-2018), é doutorado em Administração da Saúde pelo ISCSP (Universidade de Lisboa), mestre em Saúde Pública na especialidade de Administração dos Serviços de Saúde pela ENSP (Universidade Nova de Lisboa), licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, especialista em Saúde Pública e com competências em Medicina Farmacêutica e Gestão em Saúde pela Ordem dos Médicos.

“A vontade da Universidade Europeia em apostar na área da Saúde em Portugal é um passo importante para a instituição e para a história do ensino superior privado no nosso país, pelo que é para mim muito motivante ter sido convidado para contribuir neste projeto”, afirma Adalberto Campos Fernandes. “Sabemos que há ainda um longo caminho a percorrer, mas estou certo de que os objetivos definidos serão alcançados com sucesso. O investimento da Universidade Europeia na área da Saúde vem apenas reforçar o papel inovador e desafiador que a Instituição tem demonstrado, bem como reforçar a sua atenção às mudanças e tendências económicas e sociais”.

Recomendadas

Três praias de Oeiras interditadas a banhos

As praias de Caxias, Santo Amaro de Oeiras e Paço de Arcos foram interditadas a banhos, desde sexta-feira, depois das análises à qualidade da água revelarem valores microbiológicos acima dos parâmetros de referência, revelou hoje a Autoridade Marítima Nacional.

António Almeida-Dias: “Ao contrário do ensino superior estatal, não pedimos dinheiro ao Governo”

Presidente da APESP defende que Portugal tem muito a ganhar com um ensino superior privado que usufrua da autonomia e liberdade consagradas na Constituição e que o Estado limita. O setor privado da economia já demonstrou ser o motor da inovação e do progresso, diz.

IPLeiria constrói cinco residências e renova sete num investimento de 25 milhões do PRR

Com este investimento, o Politécnico vai assegurar residências de estudantes em todas as cidades onde conta com oferta formativa, nomeadamente em Leiria, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande, Pombal e Torres Vedras.
Comentários