Ex-presidente da Fed Paul Volcker morre aos 92 anos

Semanas após ter tomado posse como presidente da Fed, Paul Volcker convenceu os governadores do banco central a adoptarem uma nova visão monetária anti-inflacionista que gerou resultados positivos. Desde 1980 que os EUA não têm uma inflação descontrolada.

President Barack Obama listens the the discussion during a meeting with the President’s Economic Recovery Advisory Board in the Roosevelt Room of the White House April 16, 2010. Commerce Secretary Gary Locke is seated at left and Paul Volcker, Chair of the President’s Economic Recovery Advisory Board, is at right. (Official White House Photo by Pete Souza)

O ex-presidente da Reserva Federal norte-americana, Paul Volcker, morreu no domingo aos 92 anos de idade. A morte do homem que se bateu contra a inflação nas décadas de 70 e 80 foi comunicada esta segunda-feira, pela Volcker Alliance, fundada pelo antigo presidente da Fed.

Serviu vários presidentes, desde John F. Kennedy até Barack Obama, tendo sido nomeado para ser presidente da Fed em 1979, pelo presidente Jimmy Carter.

Conter a inflação que se verificava na altura, que pressionava o poder do dólar nos mercados cambiais, foi a sua grande missão, numa altura conturbada. Os EUA atravessavam um crise económica e, no médio oriente, o país tinha sido humilhado quando a sua embaixada em Teerão, capital iraniana, tinha sido tomada.

Semanas após ter tomado posse como presidente da Fed, Paul Volcker convenceu os governadores do banco central a adoptarem uma nova visão monetária anti-inflacionista que gerou resultados positivos. Desde 1980 que os EUA não têm uma inflação descontrolada.

Recomendadas

‘Green bonds’. EDP avança com nova emissão de 500 milhões

Em menos de 24 horas, a EDP anuncia que vai aos mercados buscar mil milhões para financiar projetos de energias renováveis.

CMVM: “É notório o crescimento da divergência dos padrões de poupança das famílias portuguesas”

“A poupança de longo prazo exige disciplina e empenho além de, naturalmente, um nível de rendimento que permita poupar. Esta combinação de condições ajuda a explicar o baixo nível de poupança em Portugal e em outros países que nos são próximos”, reconhece Rui Pinto.

“A Reserva Federal tem corrido atrás do prejuízo”. Veja o “Mercados em Ação”

A Fed reuniu de emergência na segunda-feira. Esta semana no “Mercados em Ação”, o subdiretor do JE, André Cabrita-Mendes, juntamente com Marco Silva, consultor de estratégia e investimento, e Nuno Sousa Pereira, da Sixty Degrees, analisam os efeitos das próximas decisões do banco central norte-americano.
Comentários