Existem 180 mil jovens ainda por vacinar, estima vice-almirante

Modalidade “Casa Aberta” e o próximo fim de semana dedicado exclusivamente à vacinação destes jovens poderá ser suficiente para vacinar este grupo.

© AP

O vice almirante Henrique Gouveia e Melo estima que existam ainda cerca de 180 mil jovens por vacinar, um valor que poderá ser colmatado neste próximo fim de semana, o segundo de dois em que os jovens entre os 12 e os 17 anos poderão ser inoculados contra a Covid-19.

Em declarações aos jornalistas, esta quarta-feira, em Guarda, o coordenador para a task force do plano de vacinação contra a Covid-19 admite ter “expectativas elevadas” quanto à vacinação desta faixa etária entre os dias 28 e 29 de agosto e depois durante o período de “Casa Aberta” que foi esta semana alargado para todos os utentes com mais de 12 anos.

“Temos 180 mil jovens por vacinar”, referiu. “Temos muitos portugueses de férias. Não é bom, mas na próxima semana já começam a voltar”, explicou, acrescentando que “enquanto coordenador, quis garantir flexibilidade”, daí a task force ter proporcionado um fim de semana exclusivo para estes jovens e ter alargado a modalidade também.

“Eles têm um fim de semana exlusivo e mesmo que não corra bem, terão “Casa Aberta” para fazer o processo o mais rapidamente possível. Peço aos pais que aproveitem esse flexibilidade para vacinar os vossos filhos para lhes dar liberdade de um ano escolar sem problemas e dificuldades. Precisamos de voltar à normalidade”, apelou.

No passado fim de semana, entre 21 e 22 de agosto, cerca de 150 mil jovens entre os 12 e os 17 anos foram vacinados mais 40 mil do que os que estavam agendados.

Relacionadas

Task force: 85% da população estará vacinada com a primeira dose na próxima semana (com áudio)

O coordenador afirma estar “convencido” de que Portugal irá “encurralar” o vírus. A terceira e ultima fase de desconfinamento arranca quando 85% da população portuguesa estiver completamente vacinada.

Comissão técnica defende terceira dose da vacina para 100 mil (com áudio)

A terceira dose está assim a ser recomendada para alguns casos. A DGS já está a avaliar o parecer, revela o “Correio da Manhã”.
Recomendadas

China diz que EUA estão a enviar “sinais perigosos” sobre Taiwan

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês deixou claro que uma escalada das atividades independentistas torna difícil um acordo pacífico, no que diz respeito a Taiwan,

Vieira da Silva desaconselha mudança da lei das pensões. “É mais sensato suspender”

Para o ex-ministro Vieira da Silva, seria mais sensato suspender a lei da atualização das pensões, não sendo este o momento para proceder a alterações à fórmula legal.

Médicos dão prazo de duas semanas para Ministério da Saúde marcar reunião

“Já fizemos seguir o pedido de reunião ao senhor ministro [da Saúde, Manuel Pizarro] e solicitámos que essa reunião se desenvolva com a celeridade que deve e estabelecemos um limite para nas próximas duas semanas sermos convocados para essa reunião”, adiantou Noel Carrilho.
Comentários