Existem 31 cursos com média de entrada superior a 18 valores (com áudio)

A primeira fase de candidaturas à faculdade prolonga-se até ao próximo dia 20 de agosto, existindo mais de 52 mil vagas em 1.070 cursos superiores.

Em 2020 verificaram-se 31 cursos do ensino superior os alunos só entravam com uma média superior a 18 valores, enquanto em 13 cursos a colocação ficou garantida com notas abaixo de 10 valores, avança o “Público” esta sexta-feira, 6 de agosto.

A primeira fase de candidaturas à faculdade prolonga-se até ao próximo dia 20 de agosto, existindo mais de 52 mil vagas em 1.070 cursos superiores. Os cursos que necessitam uma nota de entrada mais elevada são os mesmos em que no ano passado o último colocado apresentou uma nota de 18 valores, num máximo de 20.

A publicação adianta que na lista com as notas mais elevadas se encontram sete mestrados integrados em Medicina, dois ciclos básicos de Medicina nas regiões autónomas e cursos de Medicina Dentárias em Lisboa, Porto e Coimbra. Também Engenharia Aeroespacial e Engenharia Física Tecnológica na Universidade de Lisboa e Engenharia e Gestão Industrial e Bioengenharia na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto se encontram na lista de cursos com as médias mais altas, quando em 2019 foram cursos com uma média de acesso de 19 valores.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

PremiumApoio à formação vai cobrir parte dos custos salariais

Em resposta à inflação, o Governo anunciou, entre outras medidas, um apoio para a formação dos trabalhadores nas horas vazias. Custos salariais serão parcialmente cobertos, aliviando os encargos das empresas, revela João Neves.

FNE contra a contratação direta pelas escolas pela possibilidade de “amiguismos”

“Não concordamos, claramente”, começou por dizer o vice-secretário-geral da FNE, em declarações aos jornalistas no final da primeira reunião com o Ministério da Educação sobre a revisão do modelo de recrutamento e contratação de professores.
Comentários