“Exoneração” deverá ser a Palavra do Ano em Angola

“Exoneração” lidera as preferências dos votantes para Palavra do Ano 2017, em Angola, a quatro dias do termo da votação, ao reunir 39% dos cerca de 2.100 votos feitos até ao momento, revelou hoje a Porto Editora.

Os três vocábulos mais votados para Palavra do Ano em Angola, até agora, são “exoneração”, com quase dois quintos dos votos, “mudança”, com 21%, cerca de metade da anterior, e “divisas”, com 16%.

A eleição da Palavra do Ano em Angola teve início dois meses após a tomada de posse do Presidente da República, João Lourenço, que empreendeu, desde setembro, a mudança de chefias militares, ordenou a exoneração de titulares de cargos públicos em organismos do Estado, na polícia e na administração de empresas estatais, em áreas que vão dos diamantes, aos petróleos, da comunicação social à banca, abarcando os responsáveis do Banco Nacional de Angola, das televisões e da Sonangol, tendo exonerado, entre outros, Isabel dos Santos, filha do anterior presidente angolano.

A escolha da Palavra do Ano 2017 de Angola prossegue até ao final do mês, em www.palavradoano.co.ao.

Segundo os responsáveis pela iniciativa, participaram na votação, até à data, em Angola, pouco mais de 2.100 internautas, e a palavra vencedora será conhecida no dia 30 de janeiro próximo, pelas 18:30 locais, numa cerimónia no Centro Cultural Português, em Luanda.

Para já, às três favoritas, seguem-se, com alguma distância, as palavras “eleições” (8%) e “professor” (5%).

“Candongueiro”, nome dado ao meio de transporte de passageiros, mais utilizado em Angola, e “micha”, que significa uma fatia de pão fabricado com farinhas diversas, encontram-se no mesmo patamar de preferência, com 3% dos votos.

Logo abaixo, também empatadas, com 2% dos votos, surgem as palavras “barragem” e “kaluanda”, termo que se tornou comum e é usado para designar algo ou alguém que é originário de Luanda.

Em último lugar está o vocábulo “maka”, expressão usada para descrever situações de fácil resolução, com apenas 1% das intenções dos cibernautas.

No ano passado, quando se realizou pela primeira vez a escolha da Palavra do Ano em Angola, a eleita foi “crise”, tendo mobilizado 31% dos votos.

Em Angola, a escolha da Palavra do Ano é uma iniciativa da Plural Editores, do grupo Porto Editora.

Recomendadas

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.

Respostas rápidas: é assim que pode ir para a reforma antes dos 66 anos e sete meses

Não tem 66 anos e sete meses, mas quer ir para a reforma? Há vários regimes que permitem a antecipação da pensão de velhice. O Jornal Económico explica, com base num guia do ComparaJá.

Preço médio das casas do Canadá vai custar perto de 500 mil euros até ao fim de 2023

Aumento das taxas de juro acima do previsto pelo Banco do Canadá estão a fazer com que os custos com a habitação consumam 60% das finanças das famílias, o valor mais elevado desde 1990.
Comentários