PremiumExportações nacionais de pescado perto dos mil milhões

Teresa Coelho, secretária de Estado das Pescas, salienta que o total das exportações nacionais do sector é mais do dobro das capturas nacionais de pescado, devido à aposta nos processos de transformação.

A pouco mais de um mês do fim do seu mandato, Teresa Coelho, secretária de Estado das Pescas, revela, numa entrevista exclusiva ao Jornal Económico, que as exportações nacionais do sector estão próximas de superar a barreira dos mil milhões de euros, tendo já rondado os 920 milhões de euros no ano passado. Esta reação positiva à pandemia está a manter-se neste ano: nos primeiros nove meses, as exportações portuguesas de pescado cresceram 13,6% em quantidade e 17% em valor face ao período homólogo do ano passado.

Qual o ponto da situação do sector das pescas em Portugal?
O sector da pesca em Portugal, com uma forte componente tradicional, está cada vez mais orientado para assegurar a longo prazo um desempenho sustentável, promovendo um ambiente marinho saudável, uma produção alimentar de qualidade e comunidades piscatórias resilientes. Por este motivo, o sector da pesca tem futuro. Temos agora uma frota globalmente equilibrada e versátil que pesca um conjunto muito diversificado de espécies, o que torna o sector mais forte. Temos um mercado dinâmico e uma indústria moderna com capacidade exportadora. Acredito no desenvolvimento de um sector empreendedor, mais eficiente em termos energéticos, um sector que tem de se modernizar, de se tornar mais competitivo, mantendo a sustentabilidade das suas pescarias e capaz de valorizar os nossos pescadores.
Para isso, é necessário manter um diálogo constante com os representantes das diversas associações e organizações de produtores, fomentar a formação profissional e a capacitação, com o objetivo de encontrar, em conjunto, soluções que possibilitem rejuvenescer e melhorar as condições de exercício da profissão e continuar a valorizar a valorizar a pesca em Portugal.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Açores precisam de reforçar qualificações e aproveitar o potencial do Mar

Os Açores têm sido deficitários na balança comercial. Turismo, produtos alimentares e bebidas são motores das exportações, mas ainda há muitas oportunidades por explorar no Mar dos Açores.

Bruxelas pede a Londres que resolva disputa de pescas com França até 10 de dezembro

A França reclama mais licenças de pesca de Londres e a Ilha do Canal de Jersey como parte do acordo pós-‘Brexit’ assinado no final de 2020.
Recomendadas

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.

Há um “caminho longo” a percorrer no envelhecimento ativo, diz a ministra da Coesão Territorial

“Sabemos hoje mais sobre as maleitas dos mais velhos e sabemos como as evitar”, sublinhou Ana Abrunhosa, reiterando que “todos queremos envelhecer com qualidade”.

Apoio às famílias pode mitigar desaceleração da economia, prevê Fórum para a Competitividade

O pacote de apoios preparado pelo Governo como resposta à inflação pode mitigar a desaceleração da economia, mas o próximo ano apresenta-se repleto de riscos de desafios. Salários reais devem voltar a cair, prevê o Fórum para a Competitividade.
Comentários