Extração de combustível de navio encalhado em Gibraltar segue com sucesso

A extração de 126 toneladas de combustível pesado do cargueiro encalhado desde segunda-feira perto de Gibraltar, depois de colidir com um petroleiro, começou hoje com recurso a equipamento montando num dos tanques do navio.

7 – Reino Unido

Segundo o Governo de Gibraltar, enclave britânico no sul de Espanha, as dificuldades que surgiram nesta operação deveram-se à entrada de água na sala de máquinas, que foram resolvidas subdividindo o tanque em quatro áreas, o que permitiu iniciar com êxito a extração do combustível do tanque 1 do navio.

O objetivo é conseguir remover todas as 126 toneladas desse tanque, depois de quase todas as 96 toneladas do tanque 2 já terem sido extraídas, adiantou a mesma fonte.

As equipas de resgate marítimo de Gibraltar e de Espanha estão a trabalhar na montagem de uma segunda barreira de contenção em torno do navio “OS 35”, com o objetivo de minimizar o impacto das fugas para o mar durante a trasfega do combustível.

O Governo de Gibraltar admitiu hoje que estas fugas são “inevitáveis” e que podem ocorrer até que os trabalhos de extração do combustível estejam concluídos.

O cargueiro “OS 35”, com bandeira de Tuvalu e uma tripulação de 24 pessoas, transportava barras de ferro quando chocou na segunda-feira com outro navio perto de Gibraltar.

Na quinta-feira, houve um derrame de fuelóleo, que atravessou a barreira de contenção colocada por Gibraltar e que chegou à costa de La Línea de la Concepción, em Cádis, Espanha, segundo o autarca deste município, Juan Franco.

As autoridades de Gibraltar informaram que uma pessoa foi detida na quarta-feira por causa deste caso, mas sem revelarem a identidade do detido.

Relacionadas

Bombeados 41 mil litros de combustível de navio encalhado em Gibraltar

Os meios que trabalham no controlo do navio OS 35, encalhado em Gibraltar após uma colisão na segunda-feira, extraíram 41 mil litros de combustível e água do tanque 1, recuperando a casa das máquinas.
Recomendadas

União Europeia chega a acordo para cobrar impostos sobre os lucros extraordinários das energéticas

O acordo que ficou estabelecido entre os ministros dita que os 27 Estados-membros imponham impostos às energéticas que, até ao momento, beneficiaram do aumento dos custos da energia, informou a UE em comunicado.

Barragens no Douro Superior asseguram caudais “que estado Espanhol não consegue”

O presidente da Associação de Municípios do Douro Superior (AMDS) defendeu hoje a importância das barragens do Baixo Sabor e de Foz Tua na regulação dos caudais da Via Navegável do Douro (VND), quando há dependência de Espanha.

Nordstream. Governo condena sabotagem e considera que UE está “sob ataque”

O secretário de Estado dos Assuntos Europeus considerou hoje que a União Europeia (UE) está sob ataque, numa alusão à sabotagem das condutas do Nordstream I e II, e elogiou a atuação da presidente da Comissão.
Comentários