“Falar Direito”. “Gás natural em Moçambique? Não creio que haja apetite da Galp”

Nuno Cabeçadas, sócio da Miranda e o primeiro advogado deste escritório a ir para Moçambique em 2004, é o convidado desta edição do “Falar Direito”. Irá a Galp continuar a investir na exploração de gás natural em Moçambique? Saiba qual a resposta deste advogado no programa da plataforma multimédia JE TV.

Relacionadas

Fundo soberano para as receitas do gás em Moçambique prestes a chegar? Veja o “Falar Direito”

Nuno Cabeçadas, sócio da Miranda & Associados, crê que o fundo “irá ver a luz do dia nos próximos”, mas o advogado não acredita que as regulamentações jurídicas estejam aprovadas até ao fim do ano, como prevê o governo moçambicano.
Recomendadas

Datalex prevê levar software para advogados a Espanha e Brasil no próximo ano

O diretor da startup portuguesa Datalex disse ao Jornal Económico que a internacionalização passará por parcerias estratégicas. A empresa de tecnologia para juristas renovou recentemente a imagem de marca para apostar noutros mercados e prevê fechar 2022 com uma subida de até 62% na faturação.

Filipe de Vasconcelos Fernandes recebe Prémio António Barbosa de Melo de Estudos Parlamentares 2022 (com áudio)

Prémio é entregue esta segunda-feira, 5 de dezembro, na Universidade de Coimbra, a Filipe de Vasconcelos Fernandes, professor na Faculdade de Direito de Lisboa e advogado na VdA.

PremiumMudar modelo de negócio é uma opção para enfrentar “a maré de incertezas”

Empresas que não entendam o cenário macroeconómico enfrentam um futuro sombrio, alerta o CEO da DFK International. Consultoras “devem somar serviços”, diz em entrevista ao JE.
Comentários