“Falar Direito”. “Não podemos presumir que todos os intervenientes do mercado são desonestos”

“Há sempre margem para aumentar a regulação porque existem aspetos que são deixados à liberdade dos Estados membros e por causa de coisas que aconteceram em Portugal, gerou-se uma ideia de que é preciso regular mais e dar poderes que são quase uma ingerência em decisões de gestão, por exemplo das instituições bancárias”, realçou a advogada Florbela Pires, sócia da Luiz Gomes & Associados, no programa da JE TV.

Que desafios se colocam à literacia digital e ao financiamento de empresas? Estes e outros temas estarão em análise com a ajuda da advogada Florbela Pires, sócia da Luiz Gomes & Associados, tem assessorado instituições financeiras em matéria regulatória e processos de privatização e re-privatização de empresas.

“Há sempre margem para aumentar a regulação porque existem aspetos que são deixados à liberdade dos Estados membros e por causa de coisas que aconteceram em Portugal, gerou-se uma ideia de que é preciso regular mais e dar poderes que são quase uma ingerência em decisões de gestão, por exemplo das instituições bancárias”, realçou a advogada Florbela Pires, sócia da Luiz Gomes & Associados, no programa da JE TV.

Relacionadas

Literacia digital e financiamento das empresas: que desafios se colocam aos advogados? Veja o “Falar Direito”

Estes e outros temas estarão em análise com a ajuda da advogada Florbela Pires, sócia da Luiz Gomes & Associados. A entrevista é conduzida por Mariana Bandeira, jornalista do JE.
Recomendadas

“Falar Direito”. “Reestruturações? Quanto mais cedo se tomar decisões, maior é a probabilidade de sucesso”

“Em Portugal, há uma tendência para que os empresários não olhem para o problema no momento em que tem de ser olhado. Quanto mais cedo se tomar decisões, se fizer reestruturações (seja ela de passivo ou da atividade) maior é a probabilidade de sucesso”, considerou o advogado Nuno Gundar da Cruz no programa da JE TV.

Reestruturação de empresas: o que muda com as novas regras? Ouça o podcast “Falar Direito”

Nuno Gundar da Cruz, sócio da Morais Leitão e coordenador da equipa de reestruturação e insolvência desta sociedade de advogados, é o convidado de Mariana Bandeira, jornalista do JE, no podcast “Falar Direito”.

“Falar Direito”. “Lei das reestruturações e insolvências não deve ser vista como legislação da hora da morte”

“Temos que olhar para a legislação de reestruturações e insolvências não como legislação da hora da morte das empresas mas como legislação fundamental para qualquer país que quer ser competitivo na atração de investimento”, destacou o advogado Nuno Gundar da Cruz no programa da JE TV.
Comentários