Falta de profissionais em TI acelera investimento das empresas em tecnologia, revela estudo

O relatório 2022 IT Leaders Pulse Report revela também que os líderes de TI estão atualmente a utilizar a tecnologia para criar experiências mais centradas nas pessoas para os seus colaboradores e clientes.

A falta de profissionais em TI acelerou investimento das empresas em tecnologia, indica um estudo da MuleSoft da Salesforce divulgado esta terça-feira.

“O relatório 2022 IT Leaders Pulse Report revela que quase três quartos (73%) dos líderes seniores de TI concorda que a aquisição de talentos de TI nunca foi tão difícil, e quase todos os entrevistados (98%) afirma que atrair talentos de TI influencia as escolhas de investimento em tecnologia da sua organização”, aponta a MuleSoft em comunicado.

Os líderes de TI estão atualmente a utilizar a tecnologia para criar experiências mais centradas nas pessoas para os seus colaboradores e clientes, acrescenta.

O documento aponta que a maioria (86%) dos líderes seniores de TI afirma que “a experiência que uma organização oferece aos seus colaboradores e clientes é tão importante como os seus produtos e serviços, e quatro em cada cinco entrevistados concorda que as tecnologias melhoradas de atendimento ao cliente (86%) e ao colaborador (85%) são críticas para que a sua organização possa ser competitiva”.

Sobre os resultados do estudo Matt McLarty, Global Field Chief Technology Officer (CTO) da MuleSoft, diz que “os desafios económicos estão a tornar a tecnologia ainda mais fundamental para o sucesso em todas as partes do negócio, incluindo vendas, serviços, marketing, comércio e TI”.

“À medida que os líderes de TI se esforçam para que sejam preenchidas as vagas para dar suporte a essa procura adicional, o formato tradicional é colocado em causa. Os atuais líderes de TI devem procurar melhorias de processos mais amplas em toda a empresa, através da automação, que promovam a inovação, melhorem as experiências do utilizador e impulsionem o crescimento eficiente”, sublinha McLarty.

Recomendadas

SAD do Sp. Braga com resultado positivo de 3,1 milhões de euros na época passada

Relativamente ao exercício financeiro que terminou a 30 de junho deste ano, que ainda não refletem a venda do passe futebolístico do defesa central David Carmo (transferência fechada para o FC Porto na ordem dos 20 milhões de euros), a SAD dos bracarenses destaca que este foi um período “pautado por múltiplos constrangimentos associados à pandemia”.

Sonaecom rasga acordo com Isabel dos Santos

“À Sonae passa a ser imputada uma participação na NOS de cerca de 36,8% do capital social e dos direitos de voto nessa sociedade”, detalha a empresa liderada por Cláudia Azevedo.

Toyota Caetano Portugal com lucros de 7,3 milhões no semestre

Em comunicado à CMVM, a Toyota Caetano Portugal diz que os resultados líquidos consolidados ascenderam a 7,3 milhões de euros, o que compara com 11,7 milhões em dezembro de 2021 e com 2,98 milhões em junho de 2021.
Comentários