Família de Trump não vai viver para a Casa Branca

Melania e Barron Trump vão continuar a viver no 58º andar da penthouse da Torre Trump, em Nova Iorque.

REUTERS / Brendan McDermid

Quando assumir a presidência em janeiro, Donald Trump deverá mudar-se para a Casa Branca sem a mulher, Melania Trump, e o seu filho Barron, que continuarão a morar na Quinta Avenida de Nova Iorque.

Segundo informação avançada pelo ‘The New York Post’, a futura primeira-dama e o filho do casal devem continuar a viver na Torre Trump, em Nova Iorque, para que Barron possa continuar a frequentar a escola privada em que está inscrito, em Manhattan.

Segundo fonte próxima da equipa de transição de Donald Trump, “Melania é muito próxima de Barron e os dois ficaram ainda mais próximos durante a campanha”.

No entanto, a futura primeira-dama deverá estar presente na Casa Branca sempre que a sua presença for necessária. “Melania apoia muito o marido e está empenhada em fazer tudo o que for preciso enquanto primeira-dama”, salienta a mesma fonte ao ‘The New York Post’.

A mulher do multimilionário terá rejeitado confiar o filho a amas e já foi vista a ir buscar várias vezes o filho à escola. A fonte do jornal norte-americano admite ainda que há uma forte possibilidade de Melania e Barron se mudarem para a Casa Branca no final do ano letivo, quando as aulas do único filho do casal terminarem.

Por enquanto, a mulher e o filho do próximo presidente dos Estados Unidos devem ficar em Nova Iorque o que vai obrigar ao reforço da segurança junto à Torre Trump. A polícia local e os serviços secretos devem patrulhar diariamente o local e acompanhar os membros da família Trump nas suas deslocações.

“Aquele edifício vai passar a ser a Casa Branca de Nova Iorque”, sublinha Jim Reese, um antigo comandante das forças especiais e atual presidente de uma empresa de segurança privada.

Recomendadas

Humanidade só se salva se defender o planeta Terra e a biodiversidade- Guterres

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou hoje que a única saída para salvar a Humanidade é “investir no planeta Terra” e deter a perda de biodiversidade.

Peru: Vice-Presidente investida como nova chefe de Estado

Dina Boluarte, anterior vice-presidente peruana, foi empossada como a nova chefe de Estado, depois de Pedro Castillo ter sido destituído pelo Congresso, acusado de tentar executar um golpe de Estado ao anunciar a dissolução daquele órgão.

Irão: Greve resulta em mais um dia de repressão de protestos estudantis

O Irão viveu mais uma jornada de greve com o comércio parcialmente fechado e manifestações de estudantes universitários contra o regime, reprimidas pelas forças de segurança.
Comentários