Farfetch anuncia aquisição de plataforma de revenda Luxclusif

A empresa portuguesa de moda de luxo ‘online’ Farfetch anunciou hoje a aquisição da plataforma de revenda de moda de luxo em segunda mão Luxclusif, permitindo-lhe “acelerar as suas capacidades no negócio da revenda”.

“Este negócio permite à Farfetch acelerar as suas capacidades no negócio de revenda através do desenvolvimento de tecnologia e serviços que passam por automatização de ‘pricing’ e por uma rápida expansão, quer geográfica, quer da categoria de revenda, nomeadamente a Farfetch Second Life”, refere a empresa num comunicado hoje divulgado em que anunciou a aquisição.

Após vários anos de colaboração, a Farfetch adquiriu agora a empresa que permite a “aquisição, autenticação e venda de produtos de luxo em segunda mão de e para leilões, retalhistas, plataformas de comércio eletrónico e lojas em todo o mundo”.

“Em conjunto, a Farfetch e a Luxclusif podem alavancar os seus recursos, posicionando-se para ser a plataforma global para produtos de luxo em segunda mão, quer para os consumidores, quer para parceiros da indústria de moda de luxo”, acrescenta o documento.

A relação entre as duas empresas começou com um programa de aceleração de ‘startups’ promovido pela Farfetch e continuou através do serviço de revenda de artigos em segunda mão Farfetch Second Life. De acordo com o comunicado, foi aí que a Luxclusif “forneceu a sua plataforma na Europa para autenticar, atribuir os preços e depois vender as carteiras em segunda mão submetidas no programa pelos clientes em troca de créditos Farfetch”.

Após a conclusão da aquisição, a Luxclusif irá operar na plataforma Farfetch Second Life, que está atualmente disponível no Médio Oriente, Estados Unidos da América, Europa.

O diretor comercial e de sustentabilidade da Farfetch, Giorgio Belloli, considerou que a aquisição da Luxclusif vai permitir a expansão da oferta de produtos em segunda mão para “consumidores, retalhistas e outros fornecedores deste tipo de artigos”.

“O nosso objetivo é sermos a plataforma global líder de moda de luxo em segunda mão. Este mercado está a crescer rapidamente e é cada vez mais importante para os clientes de luxo e para a indústria da moda de luxo como um todo”, acrescentou o responsável.

O cofundador de presidente executivo da Luxclusif, Rui Rapazote, considerou que a Farfetch “é a ‘casa’ ideal” para a sua empresa, apontando que o objetivo “é crescer ainda mais”.

A Farfetch não indicou qual o valor investido na aquisição.

Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

TAAG recebe aviso de greve dos pilotos com início a 7 de outubro

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) decretou uma greve a partir de 7 de outubro, tendo já sido enviado o aviso de greve à TAAG – Linhas Aéreas de Angola na sexta-feira, anunciou este sábado a companhia aérea angolana.

Infraestruturas de Portugal registou lucro de 32,4 milhões no primeiro semestre

Este valor significa uma recuperação de 71,3 milhões de euros em comparação com os prejuízos de 38,9 milhões de euros verificados no mesmo período de 2021.
Comentários