Farmacêutica. Israelita Teva compra mexicana Rimsa

A farmacêutica israelita Teva Pharmaceutical Industries anunciou a aquisição da congénere mexicana Representaciones e Investigaciones Médicas (Rimsa) por 2.300 milhões de dólares (2 mil milhões de euros). A Teva disse esperar que esta compra lhe permita gerar sinergias substanciais e lhe sirva de plataforma para crescer na região. Com este negócio, a Teva tornar-se-á uma […]

A farmacêutica israelita Teva Pharmaceutical Industries anunciou a aquisição da congénere mexicana Representaciones e Investigaciones Médicas (Rimsa) por 2.300 milhões de dólares (2 mil milhões de euros).

A Teva disse esperar que esta compra lhe permita gerar sinergias substanciais e lhe sirva de plataforma para crescer na região.

Com este negócio, a Teva tornar-se-á uma das maiores farmacêuticas do México, segundo maior mercado da América Latina e um dos maiores mercados emergentes do mundo.

OJE

Recomendadas

AdC acusa Cabelte, Quintas e Quintas e Solidal de cartel em contratação pública lançada pela REN

AdC acusa as empresas fornecedoras de cabos de Muito Alta Tensão de acordo anticoncorrencial em procedimentos de contratação pública, num concurso lançado pela REN.

Ibersol com lucros de 14,6 milhões de euros até setembro

A Ibersol registou nos primeiros nove meses deste ano lucros consolidados de 14,6 milhões de euros, que comparam com prejuízos de mais de 20 milhões de euros no período homólogo.

Greve na CP e IP suprimiu 701 comboios até às 18h00

A greve dos trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) levou à supressão de 701 comboios da CP entre as 00h00 e as 18h00.