PremiumFdR espera relatório da Grant Thornton sobre 209 milhões pedidos

A disputa sobre a chamada de capital ao Fundo de Resolução feita pelo Novobanco por conta do exercício de 2021 vai acabar no Tribunal Arbitral.

Cristina Bernardo

O Fundo de Resolução (FdR) está a aguardar o relatório do novo agente de verificação, a Grant Thornton (que substituiu a Oliver Wyman), para recusar o pedido de 209,2 milhões de euros feito pelo Novobanco, relativo ao exercício de 2021. A questão é importante porque só a partir da receção desse relatório (e da mais do que provável, e anunciada, recusa do FdR)é que o Novobanco pode levar mais esta discórdia para o Tribunal Arbitral.

Mark Bourke – o novo CEO, mas que ainda aguarda a luz verde do supervisor para a função – revelou esta semana que a última chamada de capital de 209,2 milhões, feita pelo Novobanco ao abrigo do Mecanismo de Capital Contingente (CCA) deverá seguir para Tribunal Arbitral, somando-se a outros valores em disputa. “Provavelmente seguirão o mesmo caminho [Tribunal Arbitral]”, disse Bourke.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

CaixaBank recomprou quase 18 milhões de ações na semana passada (com áudio)

O CaixaBank anunciou hoje a compra de 17.947.222 ações próprias, por 53.063.926 milhões de euros entre 1 e 5 de agosto.

Mutualista Montepio com lucros de 12,9 milhões de euros no primeiro semestre

A Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) registou um lucro de 12,9 milhões de euros no primeiro semestre, superando os 11,9 obtidos em igual período do ano passado.

PremiumAplicação moey! vai apostar em seguros para animais e ciclistas

Depois de ter lançado um seguro de viagens, a solução ‘mobile-only’ do Grupo Crédito Agrícola prepara o lançamento de apólices para animais de estimação e ciclistas até ao final deste ano.
Comentários