Feliz natal. Patrão nos EUA dá bónus de nove milhões aos seus 198 trabalhadores

O bónus foi pago depois da empresa ter atingido uma meta de crescimento. Os bónus variavam consoante o número de anos trabalhados na companhia. Um trabalhador recém-contratado, que ainda nem sequer começou a trabalhar, recebeu 90 euros. O bónus mais elevado atingiu os 244 mil euros.

Um empresário norte-americano deu um bónus de 10 milhões de dólares (nove milhões de euros) aos seus 198 trabalhadores. Em média, cada trabalhador recebeu 50 mil dólares (45 mil euros), conta a CNN.

Lawrence Maykrantz é o patrão benfeitor que decidiu premiar os 198 trabalhadores da empresa do setor imobiliário St. John Properties. O anúncio foi feito no sábado durante a festa anual da empresa.

“Não podia acreditar quando vi . Nem tenho palavras apropriadas para descrever o que senti, foi maravilhoso e incrível. Ainda estou em choque”, disse uma das trabalhadoras da empresa Stephanie Ridgway.

O bónus foi pago depois da empresa atingir uma meta de crescimento, o facto de ter dobrado o número de projetos desenvolvidos no espaço de 14 anos.

Os bónus variavam consoante o número de anos trabalhados na empresa. Um trabalhador recém-contratado, que ainda nem começou na empresa, recebeu 100 dólares (90 euros). Já o bónus mais elevado atingiu os 270 mil dólares (244 mil euros).

“Foi uma das coisas mais maravilhosas a que já assisti na minha vida. Todos estavam arrebatados com as emoções. Havia pessoas a gritar, chorar, a rir, e a abraçarem-se”, contou Lawrence Maykrantz.

Recomendadas

Premium“Somos a ótica das pessoas e que traz o know how francês”, diz CEO do grupo MonOpticien

Em entrevista ao JE, o CEO do grupo MonOpticien, Florent Carriére, explica o modelo de subscrição que traz para Portugal. “O meu concorrente não é a Multióticas, é a a Netflix e o Spotify”, sublinha.

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447,5 mil milhões ao BCE

Este montante vem juntar-se aos quase 300 mil milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.

Região de Coimbra lança Academia Gastronómica para reforçar distinção europeia

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra vai promover, em 2023, um conjunto de iniciativas para reforçar o estatuto de Região Europeia de Gastronomia com que foi distinguida no biénio de 2021-2022.
Comentários