Férias de Natal: sugestões para sair de casa com os miúdos

Seis propostas para divertir-se em família: do cinema ao circo, passando por aventuras interativas e didáticas.

“Senhoras e senhores, meninas e meninos, o espetáculo vai começar!” Quem não se lembra desta frase mágica a prometer emoções fortes, gargalhadas, olhares espantados e arrepios com as acrobacias dos trapezistas? Os miúdos vão deliciar-se e os pais viajar no tempo, até porque não há melhor lugar no mundo para sonhar acordado do que num… circo! O Coliseu dos Recreios, em Lisboa, é o palco desta fantástica aventura com a assinatura da Companhia Internacional de Circo. Ah, um pormenor interessante: não tem números com animais. Para ver até 26 de Dezembro.

Ainda a pensar nos mais pequenos, amanhã, sábado 23, às 16h30, o Teatro da Luz, em Carnide, Lisboa, despede-se da temporada com a última representação de “Pinóquio”: uma peça de teatro musical que conta a história do boneco de madeira que queria ser um menino de verdade. Se para os mais graúdos a história dispensa apresentações, para a pequenada será uma tarde bem passada. Uma produção da Companhia da Esquina para crianças maiores de três anos.

Neste caso, falar em miúdos é apenas uma boa desculpa para agarrar na família e ir até ao Parque Eduardo VII explorar o Wonderland Lisboa. A entrada é gratuita e as diversões mais que muitas: da roda gigante à pista de gelo ecológico, passando pela aldeia do Pai Natal, até aos carroceis mais improváveis (há um com balões?!). Vai na segunda edição em Lisboa e já tem uma legião de fãs. E há quem diga que, até dia 1 de janeiro, todos os caminhos vão dar a este novo “país das maravilhas”.

E que tal uma ida ao cinema? O Monumental dos Miúdos é um ciclo especialmente dedicado aos mais novos e há vários meses que converte famílias em “cinéfilos de fim de semana”! A sessão é sempre às 11h30, sábado e domingo, em versão portuguesa, e os bilhetes custam 2€ para crianças até aos 12 anos, e 3€ para maiores de 12. E antes que desista do grande ecrã só de pensar no pesadelo que é estacionar o carro, fique a saber que o estacionamento é gratuito no Centro Comercial Dolce Vita Monumental, no Saldanha.

Há outro must-do nestas férias de Natal: mergulhar na exposição Angry Birds, inspirada num dos videojogos mais populares, onde aves e porcos se envolviam em lutas ferozes. Dirigida a públicos de todas as idades, a mostra tem como anfitriões Red, Terence, Bomb, Matilda e Stella, que acompanham os visitantes nesta aventura altamente interactiva onde não faltam fisgas gigantes, slides e uma parede de escalada, pistas de carros e módulos onde crianças e crescidos constroem estruturas que serão derrubadas por furiosos Angry Birds lançados por outros visitantes. Ação é o que não vai faltar! Aponte na agenda e rume ao Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações.

Sempre ouvimos dizer que os dinossauros estão extintos há mais de 60 milhões de anos… mas está assim tão certo disso? Nããão! Estão bem vivos e invadiram a Cordoaria Nacional, em Lisboa. Para ver de perto e aprender montes de histórias divertidas, como a do Alossauro, que viveu em Portugal, explorar um simulador do outro mundo e assistir a um filme 9D numa viagem fantástica ao tempo dos dinossauros. Também há dinossauros a passear pela exposição, mas é melhor não contar a ninguém!

Recomendadas

Exposição no Museu da Marinha celebra a amizade entre Alberto I do Mónaco e Dom Carlos I

No âmbito das comemorações do centenário do desaparecimento do Príncipe Alberto I do Mónaco, o Museu de Marinha de Lisboa irá acolher uma exposição organizada pelo Comité Albert Ier – 2022. Estará patente ao público a partir de dia 15. A inauguração, na véspera, conta com a presença do atual Príncipe do Mónaco, Alberto II.

“Trair e Coçar é só começar” vai ter dois ensaios solidários

O público português tem a oportunidade de assistir aos últimos ensaios antes da grande estreia e apoiar, assim, duas associações de solidariedade.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.
Comentários