Fernando Gomes disponível para ser ouvido no Parlamento sobre pagamentos a Fernando Santos

Em causa está um pedido de audiência com carácter de urgência que vai ser apresentado pelo BE. Caso seja aprovado, o presidente da FPF, quer ser ouvido “o mais depressa possível”.

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, mostrou-se disponível para marcar presença na Assembleia da República, “o mais depressa possível”, caso seja aprovado o pedido de audiência que vai ser feito pelo BE, com carácter de urgência. A garantia foi deixada à “Lusa” por fonte oficial do organismo.

Em causa estão os contratos da FPF com Fernando Santos e Roberto Martínez, anterior e atual selecionadores, mais concretamente os relatos que vieram a público de que o Ministério Público está a investigar “suspeitas de crime fiscal na forma como a FPF pagou os salários a Fernando Santos e à equipa técnica da seleção nacional de futebol masculino”, de acordo com a informação recolhida pela agência.

O dirigente, cuja identidade não foi divulgada, fez saber que Fernando Gomes se disponibiliza para ser ouvido “o mais depressa possível, caso a presença tenha utilidade”, se necessário “já a partir da próxima sexta-feira”. A mesma fonte fez saber ainda que “Fernando Gomes manterá a mesma disponibilidade para receber na Cidade do Futebol uma delegação do BE”.

Relacionadas

“Nem eu nem a FPF quisemos criar esquema para iludir a AT”. Fernando Santos perde processo contra o fisco

Fernando Santos pretendia a anulação de liquidação de IRS no valor de 4,5 milhões de euros, verba relativa aos anos 2016 e 2017 mas viu o seu pedido indeferido no recurso que colocou junto do Centro de Arbitragem.

Fernando Santos reclama liquidação de IRS de 4 milhões de euros

Defesa do atual selecionador nacional, representada pelo fiscalista António Lobo Xavier, considera que não existiram vantagens fiscais efetivas e que não houve qualquer intenção de pagar menos impostos no modelo de pagamentos acordado com a FPF.

Fisco exige 4,5 milhões de euros ao selecionador Fernando Santos (com áudio)

O fisco considera que a forma como o selecionador recebeu os rendimentos foi artificiosa e desenhada sobretudo para reduzir os impostos, exigindo o pagamento de mais IRS, revela hoje o “Expresso”.

FPF oficializa saída de Fernando Santos (com vídeo)

A FPF agradece a saída do selecionador que levou Portugal ao título europeu e a ganhar a Liga das Nações em 2019. Veja o vídeo de despedida de Fernando Santos.

“Quero agradecer a Fernando Santos”. Saída não é oficial mas Marcelo já se despediu do selecionador

O Presidente da República foi questionado esta tarde sobre a saída de Fernando Santos e aproveitou para agradecer o trabalho do selecionador nacional cuja saída deverá ser oficializada ainda esta quinta-feira.

FPF prepara-se para anunciar a saída de Fernando Santos da Seleção Nacional

Explica o site “MaisFutebol” que a FPF e Fernando Santos chegaram a acordo para terminar o vínculo que iria estender-se até 2024. Além disso, a FPF vai anunciar esse acordo de rescisão nas próximas horas, sendo que a partir de agora inicia-se um processo de recrutamento do próximo selecionador nacional.
Recomendadas

Chelsea e o cheque de 612 milhões: o “fair-play” da UEFA é uma treta? Veja o “Jogo Económico

Será o “fair-play” financeiro da UEFA para levar a sério? Só o Chelsea gastou mais dinheiro em janeiro do que todos os clubes na Bundesliga, La Liga, Serie A e Ligue 1 e esta época, os “blues” investiram 612 milhões de euros. Luís Cassiano Neves, sócio fundador da 14 Sports Law, é o convidado desta edição.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira, 3 de fevereiro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta sexta-feira.

Ministro polaco admite aliança de 40 países para boicote dos Jogos Olímpicos de 2024

A posição do governante polaco surge depois do Comité Olímpico Internacional ter aberto a possibilidade de atletas russos e bielorussos poderem participar em competição, mas com bandeira neutra. O organismo defendeu que nenhum atleta pode ser prejudicado devido ao seu passaporte.
Comentários