Fertagus já reduziu número de bancos nos seus comboios

A Fertagus diz que com a entrada em vigor do passe metropolitano, que permite a circulação entre Setúbal e Lisboa por 40 euros, se verificou um aumento de 20% de passageiros. Em comparação com abril de 2018, verificou-se um aumento de 500 mil validações de títulos.

A Fertagus anunciou em maio que iria reduzir o número bancos nos seus comboios e, depois de alguns testes, aplicou a redução de lugares às carruagens, revela a empresa em comunicado esta terça-feira. Em causa, está o aumento da procura deste serviço depois da redução dos valores dos passes de transportes.

“A Fertagus, tem vindo a preparar um conjunto de medidas que possam dar resposta, a curto prazo, dentro das suas responsabilidades, a esta nova realidade”, explica a empresa. A Fertagus sublinha que iniciou a circulação de uma Unidade Quádrupla Elétrica (UQE), em que a disposição interna foi reformulada, “com o objetivo de melhorar a circulação e a distribuição no interior dos comboios, de forma a facilitar as entradas e as saídas dos passageiros e melhorar o conforto na sua utilização”.

Segundo o comunicado, a nova disposição do comboio “cumpre todos os requisitos de segurança, e procura atingir uma ocupação dos comboios mais aproximada do número de lugares efetivos, especificado pelo fabricante do material circulante”. A Fertagus afirma que o peso de lugares sentados passa de 38% para 29%, sendo que serão disponibilizados menos 112 bancos mas mais 160 lugares em pé, “o que se traduzirá num ganho de 48 lugares no comboio”.

Esta medida deverá traduzir-se num maior conforto no serviço globalmente prestado, sem os utentes irem apertados durante as suas viagens. Durante as horas de ponta, os comboios circulam com uma diferença de 10 minutos. Ainda assim, a empresa diz que vai continuar a campanha informativa dos níveis de ocupação dos comboios para “proporcionar a opção por comboios onde existe menor concentração da procura”, sendo que “está a ser preparado um novo horário em função da distribuição da procura verificada em maio”.

A Fertagus diz que com a entrada em vigor do passe metropolitano, que permite a circulação entre Setúbal e Lisboa por 40 euros, se verificou um aumento de 20% de passageiros. A empresa explicou ao ‘Diário de Notícias’ que está a ponderar, em conjunto com o fabricante Alstom, adicionar uma quinta carruagem aos comboios de quatro unidades, uma vez que os comboios têm apresentado um alto nível de passageiros, com mais 500 mil validações de títulos do que em abril de 2018. Durante o fim-de-semana, o número de passageiros também apresentou aumentos, chegando a atingir 50% da procura em igual período homólogo.

Relacionadas

Linha de Sintra vai perder mais dois comboios na hora de ponta durante o verão

A CP vai reduzir as ligações entre Lisboa e Rossio e Mira Sintra-Meleças a partir de 23 de junho. A empresa de transportes ferroviários alega a menor procura como justificação para esta medida.
Recomendadas

TAP: PS esclarece que viabilizará proposta de inquérito do BE com abstenção

O Grupo Parlamentar do PS esclareceu que viabilizará a proposta de inquérito parlamentar do Bloco sobre a TAP através da abstenção, corrigindo a posição assumida pelo deputado Carlos Pereira.

EDP já instalou mais de 700 mil painéis solares nas casas de famílias na Ibéria

A EDP explica que “estas famílias conseguem uma poupança média de até 30% ou mesmo 70% quando agregado a uma bateria de armazenamento. A produção de energia gerada nestas instalações seria suficiente para abastecer com energia renovável 500 mil pessoas por mês, o equivalente a fornecer apenas com energia solar toda a população de Lisboa”.
litio

Lítio: Comissão de Avaliação dá parecer favorável à mina em Montalegre

A Lusorecursos Portugal Lithium confirmou um parecer favorável por parte da Comissão de Avaliação da Mina do Romano, que dá luz verde à exploração mista de lítio (céu aberto e subterrânea) em Montalegre.
Comentários