Ficar ou sair da UE? Campanha britânica pelo Sim já começou

Já começou a batalha para convencer os britânicos de que a melhor opção para o país é permanecer na União Europeia já arrancou com o lançamento “Reino Unido mais forte na Europa”. A campanha a favor da permanência do Reino Unido na União Europeia (UE) surge na sequência do referendo que vai marcar a vida […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Já começou a batalha para convencer os britânicos de que a melhor opção para o país é permanecer na União Europeia já arrancou com o lançamento “Reino Unido mais forte na Europa”.

A campanha a favor da permanência do Reino Unido na União Europeia (UE) surge na sequência do referendo que vai marcar a vida dos britânicos em 2016 e onde irão decidir se querem fazer parte da UE ou, pelo contrário, se preferem sair e seguir um modelo semelhante a países como a Noruega.

A campanha pela permanência na UE tem o apoio de três ex-primeiros-ministros: John Major, Tony Blair e Gordon Brown. David Cameron, que venceu nas últimas eleições celebradas no passado mês de maio, também concorda que o Reino Unido deve ficar na UE, desde que sejam renegociadas algumas medidas.

Os partidários da campanha “Reino Unido mais forte na Europa” secundam-se no facto da União Europeia ser o maior mercado livre do mundo com mais de 500 milhões de consumidores sendo que estima-se que três milhões de empregos em solo britânico estão ligados às relações que os britânicos têm com a União Europeia.

OJE

Recomendadas

PremiumEUA e zona euro vão ter uma “aterragem dura” na pista da recessão no próximo ano

A subida das taxas de juro para controlar a inflação vai ter forte impacto na economia em 2023. Alemanha afunda acima da média, com China a crescer acima do previsto.

Premium“Para quem não tenha notado, a Rússia vai ficar ali” e a segurança da Europa passa por lá

As palavras do presidente francês cairam mal na invadida Ucrânia e nos longínquos EUA. Entretanto, ninguém sabe quais serão as consequências da decisão sobre petróleo russo.

PremiumPaíses ocidentais com fortes reservas face à coligação em Israel

A colocação de um extremista, racista e adepto da violência na direção do ministério que trata da segurança interna do país é considerado um desastre em potencial. A não ser que Netanyahu queira fazer com Itamar Ben-Gvir o mesmo que fez há uns anos com Ben Gantz.