PremiumFidelidade compra terrenos da Feira Popular 45% acima do preço pedido pela Câmara de Lisboa

O valor estipulado pela Câmara Municipal de Lisboa para a venda da chamada ‘Operação Integrada de Entrecampos’ era de 188,4 milhões de euros, mas os terrenos foram arrematados por 273,9 milhões de euros. A seguradora adquiriu todos os lotes.

Três anos depois de terem sido colocados à venda em hasta pública, os terrenos da antiga Feira Popular, em Lisboa, foram, por fim, comprados na última quarta-feira, 12 de dezembro.

A seguradora Fidelidade Property Europe SA comprou o espaço por 273,9 milhões de euros, 85 milhões de euros acima do valor mínimo estipulado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML), ou 45%, 188,4 milhões. A Fidelidade comprou todos os lotes que se encontravam para venda, os quais ocupam um total de 83.814 metros quadrados. A seguradora controlada pelos chineses da Fosun bateu a concorrência das outras duas empresas concorrentes à hasta pública, Dragon Method SA. e a MPEP-Properties Escritórios Portugal, SA, demonstrando o seu interesse por garantir os terrenos abrangidos pela denominada ‘Operação Integrada de Entrecampos’.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Respostas Rápidas: O que vai nascer nos terrenos da antiga Feira Popular?

Depois de ter sido comprada à quarta tentativa em hasta pública, estão já em perspetiva os projetos que poderão vir a surgir no lugar que outrora foi um parque de diversões.
Recomendadas

Airbnb. Anfitriões em Lisboa ganharam mais de 11 milhões com a Web Summit desde 2016

O ano passado, um anfitrião típico em Lisboa ganhou em média 400 euros. Nos quatro dias do evento de tecnologia, que regressa à capital portuguesa no próximo mês, foram acolhidos 11 mil hóspedes.

JLL vende projeto para a construção de 514 novos apartamentos em Almada

O empreendimento está localizado no Feijó, na margem sul do Tejo, e tem uma capacidade de construção próxima de 51 mil metros quadrados, informa a própria JLL em comunicado.

Lisboa ultrapassa Madrid, Barcelona e Milão como cidade mais cara do sul da Europa (com áudio)

Em agosto de 2022, Lisboa apresentou um preço médio venda de 4.817 euros por metro quadrado, tendo registado o maior aumento, na casa dos 5,4%.
Comentários