Finanças com 535 milhões de euros leva 26% do Orçamento Regional da Madeira

O total de despesa prevista no Orçamento Regional da Madeira é de 2.070 milhões de euros.

A Secretaria Regional das Finanças será o departamento do executivo regional a ter a maior verba no que diz respeito à despesa prevista na proposta do Orçamento Regional da Madeira para 2023. Serão 535,3 milhões de euros de um total de 2.070 milhões de euros de despesa.

Segue-se a Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil (456,1 milhões de euros), a Secretaria Regional da Educação, Ciência e Tecnologia (448,2 milhões de euros), e a Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas (302,6 milhões de euros).

Nas restantes secretarias que compõem o executivo madeirense a presidência do Governo Regional da Madeira terá 3,4 milhões de euros), Secretaria Regional da Economia (130,2 milhões de euros), Secretaria Regional do Turismo e Cultura (44,5 milhões de euros), Secretaria Regional da Inclusão Social e Cidadania (48,1 milhões de euros), Secretaria Regional do Ambiente, Recursos Naturais, e Alterações Climáticas (25,4 milhões de euros), Secretaria Regional do Mar e Pescas (11,5 milhões de euros), Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural (50,5 milhões de euros).

Para a Assembleia Legislativa da Madeira serão alocados 14,5 milhões de euros.

Face à proposta do Orçamento Regional de 2022 as Finanças perdem 185 milhões de euros, a Saúde e Proteção Civil ganha 122 milhões de euros, a Educação, Ciência e Tecnologia ganha 35 milhões de euros, os Equipamentos e Infraestruturas ganha 12 milhões de euros.

A presidência ganha um milhão de euros, a Economia perde 39 milhões de euros, o Turismo e Cultura ganha um milhão de euros, a Inclusão Social e Cidadania mantém o orçamento, o Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas ganha dois milhões de euros, o Mar e Pescas ganha dois milhões de euros, a Agricultura e o Desenvolvimento Rural perde três milhões de euros.

A Assembleia Regional ganha um milhão de euros.

Recomendadas

Madeira: IHM renova campo de jogos do Bairro da Nazaré num investimento de 65 mil euros

A reabilitação daquele espaço e a introdução de um campo destinado à prática do Madeirabol, deverá constituir mais um polo de atração e recreio para os moradores, mas também para a população em geral.

Saiba que erros evitar na gestão das finanças pessoais

Faça um Plano Financeiro. Defina objetivos a curto, médio e longo prazo, mas que consiga cumprir. Quantifique-os e defina prazos. Calcule pequenas metas a curto prazo para os atingir e mantenha-se focado nesses objetivos, sem ser demasiado ambicioso.

Parlamento da Madeira pede inclusão das regiões autónomas no grupo que vai elaborar o Plano Estratégico da Pequena Pesca

“Para nós é fundamental que as Regiões Autónomas estejam salvaguardadas com uma presença efetiva, por forma a que possamos salvaguardar as especificidades da pequena pesca nas ilhas, que é diferente da que acontece no território continental”, aclarou Nuno Maciel.
Comentários