Fisco reembolsou 2.343 milhões de euros de IRS

Das declarações entregues foram já liquidadas cerca de 4,3 milhões. Destas, mais de 2,3 milhões correspondem a reembolsos aos contribuintes, refere o Governo.

A Autoridade Tributária reembolsou cerca de 2.343 milhões de euros de IRS até esta quarta-feira, dia 15.

“No âmbito da campanha de IRS de 2022 relativa aos rendimentos auferidos em 2021, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) reembolsou cerca de 2.343 milhões de euros até
quarta-feira, dia 15 de junho”, lê-se no comunicado.

O Ministério das Finanças diz que “até agora, foram entregues cerca de 4,8 milhões de declarações de IRS pelos contribuintes, sendo que 35% foram submetidas através do IRS Automático
(preenchimento automático dos dados da declaração por parte da AT, através das informações comunicadas de forma automática às Finanças) e 65% foram submetidas de forma manual”.

Das declarações entregues foram já liquidadas cerca de 4,3 milhões. Destas, mais de 2,3 milhões correspondem a reembolsos aos contribuintes, refere o Governo.

“Foram também emitidas cerca de 756 mil notas de cobrança, num total de cerca de mil milhões de euros, sendo as restantes nulas (não havendo lugar a reembolso ou nota de cobrança)”, refere o comunicado das Finanças.

Os contribuintes podem entregar a sua declaração de rendimentos até ao dia 30 de junho.

Recomendadas

Espanha agrava impostos sobre lucros de petrolíferas e elétricas em 2023

Espanha vai avançar com o agravamento de impostos sobre os lucros das empresas energéticas, atendendo à subida dos preços, anunciou este sábado o primeiro-ministro Pedro Sánchez.

Espanha destina mais nove mil milhões até final do ano para responder a subida de preços

O governo espanhol aprovou este sábado um novo plano para responder ao impacto da guerra na Ucrânia na economia e ao aumento dos preços, no valor de nove mil milhões de euros até ao final do ano.

GNR garante segurança do Fórum do BCE com cerca de 140 militares por dia

Um total de aproximadamente 140 militares por dia, com a utilização de diferentes meios da Guarda Nacional Republicana (GNR), vai garantir a segurança do Fórum do Banco Central Europeu (BCE) em Sintra entre domingo e a próxima quinta-feira.
Comentários