Five9 escolhe Portugal para abrir novo hub de engenharia. Porto foi a cidade escolhida

Bernardo Ivo Cruz, Secretário de Estado da Internacionalização, referiu que “após a minha visita à sede da Five9 na Califórnia, onde tive a oportunidade de discutir a futura expansão da empresa para Portugal, estou muito feliz por dar as boas-vindas ao seu novo hub europeu de engenharia no Porto”.

A Five9 (cotada no Nasdaq em Nova Iorque) anunciou hoje a abertura do seu novo Hub Europeu de Investigação e Desenvolvimento na cidade do Porto, em Portugal. O escritório será a sede de engenharia da empresa na Europa, abrangendo trabalhos nas áreas de inteligência artificial, engenharia de software e operações Cloud.

A Five9 é um fornecedor líder de mercado de soluções em Intelligent Cloud Contact Center.

A abertura do hub mereceu elogios do Governo e da AICEP.

“Quando analisámos opções para as nossas próximas instalações na EMEA [Europa, Oriente Médio e África], o Porto foi a escolha clara,” refere em comunicado Mike Burkland, CEO e Chairman da Five9.

“A cidade é um centro tecnológico emergente, bem conectado e com uma grande base de talentos de engenharia, e permitir-nos-á continuar a nossa missão de trazer inovação em experiência de cliente e transformação de negócios a empresas em todo o mundo”, acrescenta.

Por sua vez , Bernardo Ivo Cruz, Secretário de Estado da Internacionalização, disse que “após a minha visita à sede da Five9 na Califórnia, onde tive a oportunidade de discutir a futura expansão da empresa para Portugal, estou muito feliz por dar as boas-vindas ao seu novo hub europeu de engenharia no Porto”.

“Estamos encantados por receber a Five9 em Portugal, aterrando na Costa Oeste da Europa vinda da Costa Oeste dos EUA,” acrescentou, por sua vez, Luís Castro Henriques, Presidente e CEO da AICEP, Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal. “O Porto está a provar a sua atratividade para empresas de TI devido a uma pool de talentos altamente qualificados e um ambiente de trabalho multilingue e multicultural. Estamos felizes por a Five9 fazer parte deste ecossistema de tecnologia em crescimento”, acrescenta o presidente da AICEP.

As instalações contam atualmente com mais de 100 colaboradores (novos e vindos de outras localizações da empresa), e o plano é crescer este número para 300 nos próximos anos.

“As novas instalações vão ajudar a escalar a crescente presença internacional da Five9, que continua a expandir as suas capacidades para oferecer as inovações mais recentes em termos de Cloud contact center e experiência de cliente, tanto a clientes europeus como a empresas multinacionais com presença nos EUA e na EMEA”, revela um comunicado enviado às redações.

Ao longo dos últimos dois anos, a Five9 tem expandido rapidamente a sua equipa na Europa. Em maio, anunciou a abertura de dois Data Centers em Amesterdão (Países Baixos) e Frankfurt (Alemanha) para garantir alta disponibilidade na Europa e facilitar a conformidade com os requisitos regulatórios locais. Investir em infraestrutura localizada para a Europa permite que a empresa continue a dar resposta à crescente procura dos seus clientes corporativos globais.

Para além disso, também há planos para estabelecer um novo Centro de Excelência de Apoio Profissional e ao cliente nestas instalações no Porto, revela a empresa que garante que as novas instalações vão trazer ao país uma grande base de talentos na área da engenharia e ajudar a escalar a crescente presença internacional da empresa.

 

Recomendadas

Uso de tecnologias emergentes vai ditar comportamento dos consumidores em 2023

O relatório da empresa Accenture concluiu que os consumidores estão a ganhar cada vez mais acesso a tecnologias emergentes e recomendam que as empresas ajustem os seus modelos de negócio para responderem às alterações de comportamento dos seus clientes.

Preços dos seguros aumentaram em média 4% no quarto trimestre, diz Marsh

António Morna, Diretor de Placement da Marsh Portugal, considera que “após um 2022 desafiante” vamos “enfrentar um ambiente operacional difícil em 2023”.

Bónus ilegal à CEO da TAP. PSD diz que “tem que haver consequências políticas”

“Temos que apurar realmente o que aconteceu e está a acontecer na TAP. Quando falamos na gestão da TAP é preciso perceber onde estava o acionista Estado? Como foi possível atirar 3,2 mil milhões de euros para a TAP?”, questionou-se o deputado social-democrata.
Comentários