Flamengo disposto a negociar cláusula de Jorge Jesus com o Benfica

A revelação é feita no “Globo Esporte” e indica que Marcos Braz e Bruno Spindel, dirigentes do clube carioca, vão manter-se em Portugal até dia 30 de dezembro para perceber a evolução da disponibilidade dos ‘encarnados’ em negociar a saída do técnico.

Jorge Jesus

A imprensa brasileira revela esta quinta-feira que o dossier “Jorge Jesus” não está fechado no que diz respeito aos dirigentes do Flamengo e que estes responsáveis estão mesmo dispostos a negociar a cláusula de rescisão do treinador que tem mais seis meses de contrato com os encarnados.

A revelação é feita no “Globo Esporte” e indica que Marcos Braz e Bruno Spindel, dirigentes do clube carioca, vão manter-se em Portugal até dia 30 de dezembro (data do segundo embate entre FC Porto e SL Benfica, desta vez para a Liga portuguesa) para perceber a evolução da disponibilidade dos ‘encarnados’ em negociar a saída do técnico.

Esta quarta-feira, a TV Globo divulgou uma mensagem via WhatsApp trocada entre um jornalista da rede e Jorge Jesus. Questionado sobre a possibilidade de rumar ao Flamengo, o treinador do SL Benfica terá respondido: “Isto não é o que eu quero, ou o que o Flamengo quer. Tenho contrato até maio. Não tenho hipóteses de sair antes”.

O SL Benfica reagiu esta quarta-feira às notícias que dão como certo que o treinador Jorge Jesus já tenha aceite regressar ao Flamengo já no início do ano, de acordo com comunicado divulgado no site. As ‘águias’ indicam inclusivamente que o refutar destas notícias não parte só do clube como do próprio Jorge Jesus. “O Sport Lisboa e Benfica e o seu treinador Jorge Jesus refutam cabalmente a existência de qualquer acordo com o Flamengo para a libertação da sua equipa técnica mediante entendimento entre os clubes”, começa por realçar o clube em comunicado.

Tal como a CNN Portugal adiantou esta quarta-feira, a imprensa brasileira volta a reforçar que Jorge Jesus terá mesmo aberto a porta à possibilidade de regressar ao Flamengo, na reunião que teve com dirigentes do clube carioca.

Recorde-se no entanto que Jorge Jesus e a restante equipa técnica têm contrato com o SL Benfica até junho de 2022 e que, até ao momento, ainda não existiu uma negociação entre os dois clubes para libertar o atual treinador das ‘águias’. A cláusula para rescisão do atual contrato é de seis milhões de euros.

Ao serviço do Flamengo, Jorge Jesus conquistou seis troféus em pouco mais de um ano, incluindo a Taça Libertadores e o campeonato brasileiro.

Relacionadas

“Falso e descabido”. SL Benfica garante que Jorge Jesus não quer voltar ao Brasil

As ‘águias’ contrariam as notícias avançadas esta quarta-feira e indicam inclusivamente que o refutar destas informações não parte só do clube como do próprio Jorge Jesus. 

SL Benfica. Desde o regresso, Jorge Jesus já gastou mais em reforços do que Rui Vitória em três épocas e meia

Numa altura em que Jorge Jesus é apontado ao Flamengo, os números dizem que, desde o seu regresso, a SAD já investiu mais com JJ do que com Rui Vitória.

Jorge Jesus aceitou oferta para regressar ao Flamengo. Falta acordo entre os clubes

O treinador português terá aceite a oferta do Flamengo para regressar ao Brasil já no início de 2022. No entanto, ainda não há acordo entre o clube brasileiro e o SL Benfica para libertar Jorge Jesus. Cláusula de rescisão é de 6 milhões de euros.
Recomendadas

Vieira diz que divulgação de emails foi “estratégia do FC Porto para manchar nome do Benfica”

O antigo presidente do Benfica Luís Filipe Vieira afirmou hoje em tribunal que a divulgação de emails sobre o clube no Porto Canal foi “uma estratégia do FC Porto para manchar o nome” do clube lisboeta.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

“Jogo Económico”. “Não acredito que vamos banir a violência no futebol”, defende especialista

Vêm aí novas leis destinadas ao combate da violência no desporto e nesta edição, vamos conhecer ao detalhe as medidas que estão a ser preparadas para o Governo e perceber se se adequam à realidade do fenómeno em Portugal. Daniel Seabra, antropólogo e professor universitário com obra publicada sobre o fenómeno das claques em Portugal, foi o convidado da última edição do “Jogo Económico”.
Comentários