FMI vai acompanhar as reformas que a Grécia terá de apresentar

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse hoje que a instituição vai acompanhar as condições exigidas à Grécia, afirmando que até ao final de abril tem de haver um acordo final sobre as reformas a tomar. “O FMI olha para este acordo como um conjunto de fases e prazos para que o trabalho seja […]

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse hoje que a instituição vai acompanhar as condições exigidas à Grécia, afirmando que até ao final de abril tem de haver um acordo final sobre as reformas a tomar.

“O FMI olha para este acordo como um conjunto de fases e prazos para que o trabalho seja feito. Estou muito satisfeita que o trabalho possa realmente avançar”, disse hoje a diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, na conferência de imprensa que se seguiu à reunião de hoje do Eurogrupo sobre a Grécia, em Bruxelas.

A responsável disse que o governo grego deverá apresentar uma lista de reformas “em linha com o acordado previamente” com as instituições europeias e que o FMI vai analisar se “essa lista é completa o suficiente para constituir um ponto de partida”, acrescentando que até ao final de abril os parceiros “têm de concordar com a lista final” de reformas a desenvolver.

OJE/Lusa

Recomendadas

Migrações: Navio dos Médicos Sem Fronteiras resgata 190 migrantes no Mediterrâneo central

Após um alerta da AlarmPhone, a rede de ativistas que recebe informações sobre migrantes em dificuldade, o navio Geo Barents deslocou-se para a zona onde já tinha chegado o navio humanitário Louis Michel, financiado pelo artista urbano britânico Banksy, que distribuiu coletes salva-vidas aos migrantes.

Investidor sul-coreano acusado de fraude de 40 mil milhões de dólares em criptoativos detido no Montenegro

Do Kwon é acusado pelas autoridades norte-americanas e sul-coreanas de fraude.

Estados Unidos e Canadá devem chegar a acordo para rejeitar asilo a quem atravesse a fronteira de forma ilegal

O objetivo passa por limitar o fluxo de migrantes em Roxham Road, um local de travessia não oficial entre Nova Iorque e o Quebec.