Fórmula 1. Mercedes conquista mundial de construtores e mercado reage positivo

A retirada do piloto mexicano Sérgio Perez na última fase da corrida deixou a Red Bull incapaz de vencer a Mercedes no título de construtores.

17 – Mercedes

O campeonato de Fórmula 1 terminou este fim de semana com novo campeão – o piloto neerlandês da Red Bull, Max Verstappen. No entanto, a Mercedes destacou-se por ter ganho a competição de construtoras, garantindo o título pela oitava vez consecutiva.

Os mercados reagiram positivamente à conquista da construtora alemã, com as ações da dona da Mercedes a seguirem no ‘verde’. Os títulos da Daimler estão a valorizar 1,72% no índice alemão DAX, tendo já atingido 2,28% nas negociações desta segunda-feira.

Antes do Grande Prémio do Abu Dhabi, a Mercedes tinha 28 pontos de vantagem sobre a Red Bull, chegando a Yas Marina (EAU) com 546,5 pontos, contra os 541,5 da Red Bull. A retirada do piloto mexicano Sérgio Perez na última fase da corrida deixou a Red Bull incapaz de vencer a Mercedes no título de construtores, ainda que a prestação do piloto tenha sido fundamental para ajudar o companheiro de equipa Verstappen a garantir a conquista do mundial.

A Mercedes ganhou todos os títulos de construtores desde que a era híbrida da F1 foi introduzida em 2014. Lewis Hamilton, que está com a Mercedes desde o início da sua sequência vitoriosa, e Valtteri Bottas, que vai trocar a construtora alemã pela Alfa Romeo no final desta temporada, ajudaram a Mercedes a vencer cinco títulos de construtores.

Verstappen conquistou o título na última volta da última corrida da época, com o Grande Prémio do Abu Dhabi a decidir-se nos últimos segundos.

Tudo porque a seis voltas do fim, um despiste do canadiano Nicholas Latiffi (Williams) obrigou à entrada do safety car, que paralisou a corrida e fez evaporar a vantagem de Hamilton para Verstappen. O neerlandês optou por ir às boxes meter pneus “macios” – algo que Hamilton não quis fazer para preservar a liderança.

Relacionadas

Max Verstappen sagra-se campeão do Mundo de Fórmula 1

O piloto neerlandês da Red Bull, Max Verstappen, sagrou-se hoje campeão do Mundo de Fórmula 1 pela primeira vez, derrotando Lewis Hamilton no final de Grande Prémio do Abu Dhabi “de loucos”.
Recomendadas

Reabilitação do Centro Municipal de Desportos Náuticos de Coimbra já foi consignada

A primeira fase de reabilitação dos pavilhões do Centro Municipal de Desportos Náuticos de Coimbra, orçada em 338 mil euros, foi consignada hoje, revelou o município.

Mundial2022: Qatar retifica que morreram 40 trabalhadores nas obras dos estádios

Um porta-voz do Campeonato do Mundo de Futebol do Qatar retificou hoje o número anteriormente anunciado por um responsável de trabalhadores mortos na construção dos estádios para a competição, de “entre 400 e 500” para 40.

Mundial 2022. Qatar assume a morte de “entre 400 a 500” trabalhadores migrantes

“A estimativa é de cerca de 400” mortes de trabalhadores migrantes na construção dos estádios, de acordo com as declarações do principal responsável pela coordenação entre entidades públicas e privadas na construção dos estádios da competição. Estes números contradizem as estimativas de que terão morrido milhares de trabalhadores.
Comentários