FPF com projeto para combater resultados combinados

A iniciativa Desporto Contra o Match-Fixing (SAMF) vai ser executada a partir deste mês, com um orçamento de 400 mil euros. Estão previstas ações de sensibilização para jovens atletas.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) recebeu financiamento da parte da União Europeia no âmbito de um projeto que visa combater o ‘Match-Fixing’ (resultados combinados). A iniciativa Desporto Contra o Match-Fixing (SAMF) deve começar a ser executada já este mês e durante dois anos, o que vai permitir à FPF receber 400 mil euros para realizar ações contra a combinação de resultados de partidas desportivas. A informação foi divulgada esta terça-feira, no site da Federação.

Com o acesso a este financiamento europeu, a ideia é promover ações de sensibilização para jovens atletas, que pertençam aos escalões de formação de várias modalidades desportivas. Pretende-se alertar para os vários “perigos” desta prática, assim como “o impacto negativo que a associação a este fenómeno tem nas suas carreiras.” A FPF vai recorrer a tecnologias indicadas para as idades dos participantes.

Durante a época desportiva que está quase a chegar ao fim, a unidade de Integridade e Compliance da FPF promoveu várias iniciativas de sensibilização acerca do match-fixing dedicadas a atletas que participam em competições organizadas pela Federação.

 

Recomendadas

“Jogo Económico”. FC Porto: Como o ‘quarteto’ do Olival valorizou 44 milhões de euros esta época

Dos 44 milhões de euros que resultou da evolução dos quatro jogadores que foram formados no Olival, academia de futebol do FC Porto, aos 25,3 milhões de euros, desvalorização do plantel azul e branco esta temporada, conheça os números que marcaram o trajeto dos “dragões”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Abramovich. Governo português com poder para travar venda do Chelsea

O Governo britânico está pronto para aprovar a venda do Chelsea, no valor de 4,25 mil milhões de euros, mas ainda existem obstáculos, revela a “BBC”.
Comentários