Fraca negociação. Mercados sem tendência definida

Após um fim-de-semana prolongado, com parte dos investidores de férias e com a bolsa de Londres encerrada devido a feriado, os mercados seguem quase inalterados e sem tendência definida, com um volume de negociação reduzido.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A semana também terminará mais cedo devido à celebração do ano Novo.

Na Ásia, durante a madrugada, o índice Nikkei terminou a sessão a valorizar ligeiramente e pouco depois, no velho continente, os mercados abriram com fraca volatilidade.

O PSI 20, o índice de referência português, desce ligeiramente, enquanto o índice europeu, Stoxx 600, segue virtualmente inalterado, a valorizar ligeiramente. Em Lisboa, a Galp Energia e a Nos dominam as quedas. Madrid e Milão seguem em terreno negativo e Paris e Frankfurt a valorizar

No mercado cambial, o euro negoceia em alta ligeira face ao dólar.

Entretanto, os juros da dívida seguem em queda, com ligeiras alterações. Na maturidade a dez anos os juros da dívida portuguesa recuam para 2,518% enquanto, na mesma maturidade, em Espanha, os juros baixam para 1,815% e em Itália para 1,646%.

O petróleo continua a recuar nos mercados internacionais. Em Londres, o Brent, para entrega em fevereiro, recua mais de 1% e em Nova Iorque o West Texas Intermediate (WTI)perde cerca 1,4%, depois de o Irão ter reafirmado a sua prioridade no aumento das exportações de crude.

Durante a sessão desta segunda-feira as atenções vão continuar focadas no “caso Banif”, no acordo entre a Altice e o FC Porto, na ordem dos 457,5 milhões de euros, que se seguiu ao negócio firmado entre a NOS e o Benfica. Os investidores estarão também atentos a notícias provenientes do Banco de Portugal sobre os desenvolvimentos no sistema bancário português.

Os mercados obrigacionistas e acionistas britânicos estão hoje encerrados devido à celebração do Boxing Day que tem lugar no dia útil a seguir ao Natal.

O Financial Times divulgou ainda um inquérito que conclui que o BCE não deverá aumentar os estímulos à economia em 2016.

OJE

Recomendadas

Euribor sobem a três e 12 meses para novos máximos e mantêm-se a seis meses

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno positivo em 6 de junho, manteve-se hoje em 1,803%, um máximo desde setembro de 2011.

Bankinter alia-se à gestora Edmond de Rothschild para lançar um fundo que investe no metaverso

O Bankinter torna-se o primeiro banco em Portugal a lançar um fundo de investimento centrado na indústria que desenvolverá o metaverso.

Libra esterlina cai para o nível mais baixo de todos os tempos

A queda aconteceu depois de o ministro das Finanças Kwasi Kwarteng ter anunciado cortes históricos de impostos, e o maior aumento no endividamento desde 1972.