França evita novo atentado. Sete suspeitos foram detidos

Ministro do Interior francês fez anúncio esta manhã.

O ministro do Interior francês revelou esta segunda-feira que foram detidas sete pessoas que planeavam um atentado durante este fim-de-semana.

Em conferência de imprensa, o ministro revelou que os suspeitos detidos são de nacionalidade francesa, marroquina e afegã e têm entre 29 e 37 anos. Seis dos homens era desconhecidos dos serviços secretos, enquanto “um cidadão marroquino estava assinalado por um país parceiro”.

Dois dos homens foram detidos durante a madrugada de domingo em Marselha e outros quatro em Estrasburgo, anunciou a procuradoria geral da República de Paris.

“Foi um novo atentado que evitámos”, disse Bernard Cazeneuve, revelando que a investigação durava há oito meses.

O ministro disse ainda que desde o início do ano foram feitas 418 detenções em operações anti-terroristas.

Esta revelação surge depois de um fim-de-semana em que se realizou a primeira volta das primárias da direita francesa para escolher um candidato presidencial e pouco mais de um ano depois do atentados de Paris.

 

 

 

 

Recomendadas

Humanidade só se salva se defender o planeta Terra e a biodiversidade- Guterres

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou hoje que a única saída para salvar a Humanidade é “investir no planeta Terra” e deter a perda de biodiversidade.

Peru: Vice-Presidente investida como nova chefe de Estado

Dina Boluarte, anterior vice-presidente peruana, foi empossada como a nova chefe de Estado, depois de Pedro Castillo ter sido destituído pelo Congresso, acusado de tentar executar um golpe de Estado ao anunciar a dissolução daquele órgão.

Irão: Greve resulta em mais um dia de repressão de protestos estudantis

O Irão viveu mais uma jornada de greve com o comércio parcialmente fechado e manifestações de estudantes universitários contra o regime, reprimidas pelas forças de segurança.
Comentários