PremiumFrancesa Natixis chega às 1.500 pessoas no Porto e vai aumentar equipa em 2022

Centro de excelência da empresa financeira global terá novas equipas no próximo ano, nomeadamente de gestão, regulatório e risco de crédito.

O centro de excelência do banco francês Natixis situa-se no Porto e atingiu, ainda antes do final do ano, a meta a que comprometia de ter 1.500 trabalhadores em Portugal, maioritariamente talento tecnológico, de 20 nacionalidades. Quem entra neste hub de excelência depressa se sente numa multinacional ao estilo de Silicon Valley, cheia de cor, post-its, salas com campos de ténis de mesa e Playstation, trotinetas estacionadas nos cubículos ou hortas comunitárias. É a resposta possível à guerra pelos recursos humanos, que não só teima em não desaparecer como se agudiza com a maior concorrência no sector e digitalização da sociedade.

“Há uma luta feroz pelos talentos portugueses. Vamos às universidades porque precisamos dos recém-licenciados, mas claramente há concorrência. Por isso, também vamos lá fora, ao Brasil, à Índia e a África”, disse ao Jornal Económico (JE) o diretor geral da Natixis em Portugal, Etienne Huret, que chegou à liderança do mercado português da Natixis em agosto de 2020, depois de carimbar o currículo em empresas como o banco Société Générale ou a Accenture.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Transição climática é prioridade para grandes empresas

Sonae, CTT, NOS e Altri têm estratégias consolidadas no combate às alterações climáticas e querem com as suas práticas influenciar toda a cadeia de valor. O JE foi conhecer as metas traçadas e as medidas para as atingir.

Vila Galé Collection Braga considerado o hotel mais marcante da Europa nos ‘Óscares do Turismo’

Com um investimento de oito milhões de euros, o Vila Galé Collection Braga resulta da reconversão do complexo do antigo hospital de São Marcos, que estava desocupado desde 2011, permitindo assim a requalificação de um imóvel de interesse público, datado de 1508.

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.
Comentários