Fraudes e falsos descontos na Black Friday? Deco ensina a proteger-se

É só no dia 24 de novembro, mas já há lojas a preparar o grande dia de compras tradicional nos Estados Unidos – a Black Friday. Numa altura em que a tradição se estendeu a Portugal, a Deco alerta para possíveis fraudes.

REUTERS/Kim Hong-Ji

A Black Friday – famoso dia de descontos que começou nos Estados Unidos e alastrou à Europa – celebra-se na sexta-feira, dia 24 de novembro, mas há lojas que já começaram as promoções. A Deco – Associação de Defesa do Consumidor alerta para a possibilidade de fraudes e aconselha os consumidores a compararem os preços antes de comprar.

“Utilize a ferramenta Comparar Preços para conhecer a evolução dos preços dos produtos nas lojas online e descobrir se oferecem descontos reais durante a Black Friday”, explica a Deco no site. “Comparar Preços ajuda a perceber se os descontos anunciados em épocas como a Black Friday são boas oportunidades de compra”.

A ferramenta de pesquisa regista a evolução dos preços dos produtos nas lojas online ao longo dos últimos dias, para aconselhar ou não a compra, através de um sistema de cores.

Para isso, é preciso pesquisar o nome da loja e do produto ou inserir na caixa “Pesquisa pelo URL” o link completo do produto tal como surge na loja online. O resultado devolvido é um semáforo com três cores e significados diferentes, baseados no histórico de preços dos últimos 7 e 30 dias.

O verde significa que se trata de um bom negócio face ao histórico de preços do produto na loja pesquisada, enquanto o amarelo aparece para produtos cujos preços atuais exibam pouca diferença em relação aos 30 dias precedentes. O vermelho indica que a compra é desaconselhada porque o preço do produto já esteve significativamente mais baixo.

O veredicto surge acompanhado por informação sobre a evolução dos preços registada nos últimos 7 dias, 1 mês e 3 meses, de acordo com a Deco.

Recomendadas

Controlar despesas? Siga esta cinco estratégias

Organizar o orçamento familiar e analisar as despesas com maior peso mensal são dois passos essenciais para planificar a sua vida financeira. Conheça algumas estratégias e ferramentas para fazer frente à atual “avalanche” de aumento de preços e proteger a sua carteira.

Sabe se vai compensar mudar para o mercado regulado do gás? A Deco lança calculadora

Com esta calculadora, pode introduzir a quantidade de gás natural que habitualmente consome, consultando a última fatura, e indicar o número de dias a que essa fatura se refere. Basta depois copiar os dados da fatura para a calculadora e obtém, de imediato, o custo que teria em igual consumo e igual período de faturação no mercado regulado a partir de outubro.

Um senhorio pode aumentar a renda em mais de 50%? Saiba aqui

O aumento da renda da casa é uma das preocupações mais comuns e que, na verdade, resulta da subida da inflação. Mas, apesar de haver algumas exceções, dependendo de contrato para contrato, os senhorios têm de respeitar algumas regras para proceder ao aumento da renda.
Comentários