Frente Comum decide hoje entre greve ou manifestação nacional

A decisão será tomada pela coordenadora da Frente Comum, órgão no qual estão representados os 30 sindicatos desta frente sindical afeta à CGTP.

FrAs estruturas da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública vão decidir esta quinta-feira se fazem uma greve ou uma manifestação nacional, na segunda quinzena de janeiro de 2020.

A decisão será tomada pela coordenadora da Frente Comum, órgão no qual estão representados os 30 sindicatos desta frente sindical afeta à CGTP.

Segundo a líder da Frente Comum, Ana Avoila, vai ser decidida uma greve nacional ou uma manifestação nacional dos trabalhadores da administração pública e a respetiva data, que deverá ser na segunda quinzena do próximo mês.

“Nesta reunião vamos decidir qual a forma de luta a concretizar, face à proposta insultuosa do Governo”, disse a sindicalista à Lusa, referindo-se aos aumentos salariais de 0,3% avançados pelo Governo.

Recomendadas

JMJ Lisboa será um “mega fenómeno”, diz secretário-geral da Segurança Interna

O secretário-geral do SSI sublinhou que “ainda é cedo para uma estimativa” sobre o número de pessoas que vão estar presentes no país, mas “a experiência aponta para ser um mega fenómeno e mega evento com uma grande circulação de pessoas”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Natal. 87% dos portugueses vão decorar as casas e só 27% querem reduzir na eletricidade

São 54% os portugueses que não pensam gastar dinheiro em novas decorações (19% prevê gastar até 25 euros e 16% prevê gastar entre 25 e 50 euros), de acordo com os dados revelados por um estudo da Klarna.
Comentários